Amigos e ex-alunos lamentam morte de professora

Ponta Grossa

04 de dezembro de 2019 16:17

Da Redação


Relacionadas

Empresas destacam cuidados ao retomar atividades

Professor Edson defende conquistas históricas do PT

Pietro e Aliel recebem pais de alunos do colégio Sesi de PG

Conselho divulga carta contra mudança no prédio da Estação Paraná
Fundação de Saúde registra 65 novos casos de Covid
Pequena Letícia precisa de ajuda para sobreviver
Congresso Internacional debate Sociedade de Risco
Luciane Ávila, de 42 anos, foi morta com golpes de faca pelo ex-marido Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Luciane Ávila, de 42 anos, foi morta com golpes de faca pelo ex-marido

Uma professora foi esfaqueada em frente à Escola Desafio na tarde desta quarta-feira (4). Segundo informações divulgadas pela Polícia, há indícios de que o agressor tenha sido o ex-marido da vítima, resultando em mais um caso de feminicídio em Ponta Grossa. O suspeito, Marcelo Ávila, de 42 anos, está foragido. A faca usada no crime foi abandonada no local, e apreendia pelos policiais.

A vítima foi identificada como Luciane Ávila, de 42 anos, e o crime aconteceu no momento em que estava chegando para trabalhar na instituição de ensino, junto com seu filho de 6 anos. Ela foi golpeada com várias facadas. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado e prestou atendimentos à professora, mas ela acabou morrendo na ambulância.

Familiares, amigos e ex-alunos da professora prestaram condolências à família através das Redes Sociais e expressam seus sentimentos pela morte trágica de Luciane Ávila. ‎Evelyn Liber‎ expressa que “hoje a Escola Desafio está com o coração de luto e com muita dor” pela perda da professora. ‎Letícia Bartel‎ exalta que Luciane Ávila “foi uma professora incrível, uma mãe sensacional, uma avó muito coruja e, com certeza, uma amiga maravilhosa”, e ainda agradece por tudo que a professora representou. Letícia Ferreira ainda pede justiça, dizendo “Isso não ficará quieto, o assassino pagará”.

A Escola Desafio suspendeu as aulas durante a tarde desta quarta-feira (4), mas, por enquanto a direção não sabe informar se nos próximos dias as aulas também serão canceladas e ainda afirmam estar devastados e muito tristes com a situação.

 

 

PUBLICIDADE

Recomendados