Filho de professora morta escreve carta emocionante

Ponta Grossa

06 de dezembro de 2019 15:19

Da Redação


Relacionadas

Odontoponta oferta convênio exclusivo para implantes dentários

Vencedor do Masterchef assina restaurante ponta-grossense

Comércio varejista de PG acumula alta de 2,2% em 2019

PG terá usina para transformar resíduo orgânico em energia
Madero adquire nova máquina de pães para ‘Cozinha Central’ em PG
Prefeitura já recuperou 60 Km de estradas rurais em 2020
PG recebe R$ 4,1 mi do Pré-Sal; Saiba o destino da verba
Familiares, amigos e moradores continuam prestando homenagens à professora Foto: Sergio Duze/aRede
PUBLICIDADE

O texto, carregado de paixão, sintetiza a importância da professora para a família, à escola, aos amigos e familiares

É muita dor no coração, não apenas de familiares e amigos, mas de todos os ponta-grossenses. A morte brutal da professora Luciane Ávila, ocorrida na última quarta—feira (4), em Ponta Grossa, será superada com muito esforço e num longo período. Ela morreu pelas mãos do ex-marido Marcelo Ávila. O crime aconteceu perto da Escola Desafio, onde ela trabalhava. Foi golpeada várias vezes até perder a vida.

Lucas Cedric Ávila, filho de Luciane, escreveu uma carta em homenagem à mãe e a postou em sua página em rede social. O texto, carregado de paixão, sintetiza a importância da professora para a família, à escola, aos amigos e familiares.

Acompanhe, na íntegra, o texto produzido por Lucas

Hoje não teve nosso "Bom dia Amore"
A Manhã hoje foi bem complicada pra mim Manhê
Pois eu acordava e ja mandava o meu bom dia pra você, isso quando você ja não tinha se adiantado e me mandado um "Oi meus Amores, que horas vem?"
Hoje Manhê, não vai ter o nosso abraço demorado e os beijos, beijos e beijos
Que todos que pudemos dar, nos demos.
Mas me dói muito não poder mais te dar aquele carinho todo que sempre me deu!
Hoje eu não sei se posso cuidar dos meninos como você cuidava deles, da Jai, Heitorzinho e de mim
Mas eu vou fazer o impossível.
Nesta hora vem você em minha mente, me levantando como todas as vezes que pensei em desistir.
Você sempre sabia o que me dizer, Mãe.
Que Deus permita que as pessoas te vejam em mim!
Quando eu der minhas aulas com amor, em todos os cuidados com meus alunos.
Com a facilidade de falar em público que só aprendi com a sua desenvoltura!
Em ser forte e cuidadoso com quem amo.
E Amar!Amar como você me ensinou...
A não segurar o choro e expressar o que sinto, tenho falhado nessa parte de desabafar e partilhar, mas vou melhorar, Mãe.
As cartas com sermões e conselhos tenho todas!
E os abraços, beijos e carinhos constantes e sem motivo, apenas por excesso de Amor, eu vou seguir fazendo com os meninos e para a Jai...
Heitor ainda não entende muito, mas me dói demais por ele não ter o PRIVILÉGIO de conviver mais com você, ele iria aprender tanto contigo, como aprendeu nesse 1 ano e seis meses dele!
Como você amava ser Vovó, como você amou ouvir que a primeira palavrinha dele foi Vovó!
Meu Deus como você amava seu netinho e ele ama você!
Me emocionei muito ao ver as mãozinhas pintadas pelos seus aluninhos, pois eu sei quanto amava eles, como amava ver a evolução e o carinho deles por você!
Eu sabia todos os nominhos deles e suas conquistas.
Nesses 11 anos de Escola Desafio, cada aluno, cada colega de trabalho cada família, cada história, tudo!
Você Amava muito tudo isso e eu sei que era recíproco, Eles também te amam muito e choram conosco, Profê Lu.
Sobre o Igor e o Dan, eu vou fazer mais que o meu melhor!
Sei que só você conhecia cada detalhe nosso, os gostos, manias e tudo!!!
Você conhecia nossos corações profundamente!....

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização