OAB pede o fim da violência contra as mulheres

Ponta Grossa

06 de dezembro de 2019 16:22

Cristiano Barbosa


Relacionadas

“Governo infestado de fascistas”, diz Aliel sobre Roberto Alvim

In Cursus treinamentos aplica ferramentas para gestores

Elite Rede de Ensino conquista primeiro lugar na UEPG

Eurica Taques assume comando da AMTT interinamente
Prefeitura de PG terá sistema de fiscalização de veículos
Ladrões roubam papagaio e deixam idoso desolado
Senac PR está com matriculas abertas para Cursos Técnicos
PUBLICIDADE

A mobilização foi no Calçadão da Rua Coronel Cláudio no centro de Ponta Grossa

A Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Ponta Grossa, juntamente com a Seccional e as demais Subseções do Paraná, se uniram nesta sexta-feira (6), em uma mobilização pelo fim da violência contra as mulheres, a partir das 13 horas, no Calçadão da Rua Coronel Cláudio, próximo ao Terminal Central. O objetivo foi mobilizar e sensibilizar especialmente os homens no engajamento pelo fim da violência contra a mulher.

 A Campanha do Laço Branco, como é conhecido o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as mulheres, criado em 20 de junho de 2007, pela Lei n° 11.489, acontece em mais de 50 países e é considerado pela Organização das Nações Unidas (ONU) uma das maiores iniciativas mundiais direcionadas para a temática. Para marcar a data, as pessoas são convidadas a usarem um laço branco na roupa, semelhante ao utilizado no Outubro Rosa.

Em entrevista ao Jornal da Manhã e portal aRede a presidente da Comissão da Mulher, Silvia Elaine da Silva, explica que a ação tem caráter informativo. “Nossa Comissão se fez presente nesta data para esclarecer dúvidas e discutir junto com a população, pois essa situação infelizmente aqui no município está bastante complexa, e estamos aqui juntamente com a Patrulha Maria da Penha fazendo nosso papel social. ” ressalta.

Rubia Carla Goedert presidente da OAB Ponta Grossa, fala sobre a importância de chamar a atenção da população para esse assunto. “É preciso chamar a atenção da sociedade para esse problema, que acontece em todo o mundo. O Brasil é o quinto país em casos de feminicídio. E os índices vêm crescendo consideravelmente nos Campos Gerais e em Ponta Grossa”, aponta a Rubia. “Os homens têm um papel fundamental como parceiros na defesa dos direitos das mulheres e na promoção da igualdade de gênero. Por isso, estamos realizando essa mobilização. Convidamos a todos que desejarem se unir a nós nesta ação”, fala.

Desde 2015 a OAB faz parte do Movimento Eles por Elas (HeForShe), da ONu e, neste ano, também se soma à Campanha do Laço Branco.  

Informações OAB e portal aRede.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização