Estado premiará policiais por armas apreendidas

Ponta Grossa

09 de dezembro de 2019 17:25

Da Redação


Relacionadas

Hotéis de PG obtêm Selo de Turismo Responsável

Empresas da região recebem Selo de Qualidade do Turismo

Total Doctor é alternativa ao plano de saúde em PG

Feira Verde registra aumento de 20% na entrega de alimentos
Felipe Passos consegue furgão refrigerado para vacinas
Nova gasolina começa a ser vendida em PG
Nova diretoria assume a Unimed Ponta Grossa
Medida é um incentivo a policiais civis e militares no combate ao crime. Foto: AEN/Divulgação
PUBLICIDADE

Lei de 2003 foi regulamentada na última semana por decreto do governador Carlos Massa Ratinho Junior, definindo valores por tipo de arma apreendida. Medida é um incentivo a policiais civis e militares no combate ao crime.

O Governo do Paraná vai pagar uma bonificação em dinheiro a policiais civis e militares que apreenderem armas de fogo ilegais no Estado. A medida foi autorizada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, em decreto para regulamentar a lei 14.171/03, que instituiu o bônus. O pagamento ao policial será feito diretamente na folha.

Os valores da bonificação vão variar de acordo com o potencial da arma apreendida. Para armas de fogo de uso permitido, de porte (armas curtas como revólveres e pistolas) ou portáteis (armas longas, como espingardas e carabinas), o valor do bônus será de R$ 500,00. Armas de porte de uso restrito darão direito a bônus de R$ 1 mil, enquanto as portáteis de uso restrito a R$ 1.500,00.

A partir de 2020, haverá uma gratificação para os três batalhões da Polícia Militar e as três delegacias da Polícia Civil que mais apreenderem armas ganharão. No final do ano, cada um, terá direito a um prêmio adicional de R$ 50 mil, que será vinculado ao seu fundo rotativo.

PRÁTICA - A prática de pagamento de bônus por apreensão de armas irregulares já é adotada em diversos estados, como Amazonas, Espírito Santo e Piauí, como forma de motivar o policial.

“A medida incentiva o combate ao crime e o cumprimento de metas, e certamente vai ajudar a diminuir ainda mais os índices de criminalidade no Paraná”, afirma o secretário da Segurança Pública, Rômulo Marinho.

O secretário lembra que no primeiro semestre deste ano houve redução de 20% no número de homicídios no Paraná no comparativo com o mesmo período do ano passado.

O balanço da Secretaria de Estado da Segurança Pública também indica queda no número de roubos (-18%), roubo a veículos (-27,4%), roubo a residências (-26,3%), roubo em ambientes públicos (-14,7%) e roubo a comércios (-25,3%) em relação ao primeiro semestre de 2018.

 

PUBLICIDADE

Recomendados