PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Saúde confirma mais quatro casos de febre amarela em PG

Ponta Grossa

18 de dezembro de 2019 10:29

Da Redação


Relacionadas

Carro despenca de barranco na região do Alagados

PM apreende 40 kg de maconha na rodoviária de PG

Homem causa acidente e deixa mulher ferida em PG

PG registra 136 novos casos e cinco óbitos pela covid
Medidas do novo decreto iniciam nesta segunda
Manifestantes protestam contra a gestão municipal de PG
Maurício Cury lança regravação do clássico ‘Além do Horizonte’
FMS deve fazer nova campanha de vacinação contra a doença Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Quatro macacos recolhidos no distrito do Guaragi estavam infectados com o vírus da febre amarela e outros quatro ainda são analisados

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Ponta Grossa está em alerta desde a confirmação de quatro novos casos de macacos que portavam o vírus da febre amarela. Os animais foram encontrados mortos no distrito do Guaragi no mês de novembro e os resultados dos exames apontaram para a existência do vírus. Agora, a cidade registra cinco casos de macacos mortos pela doença – o primeiro caso foi registrado no Alagados no início do ano.

Além desses casos, outros quatro macacos achados mortos também estão em análise e os resultados devem ser confirmados nos próximos dias. Três deles foram achados também no Guaragi e o quarto estava no distrito de Itaiacoca.

A preocupação da FMS é principalmente com a população flutuante – aquela que frequenta as regiões mais afastadas da área central para pescar, acampar, tomar banho de rio ou para outras atividades de lazer. Além disso, deve ser intensificada a campanha de vacinação contra a doença também entre os moradores dessas localidades.

Por isso, a Fundação reforça a importância da vacinação contra a doença e lembra que ela demora dez dias para fazer efeito a partir da data de aplicação. Crianças com menos de nove meses de vida não devem ser vacinadas e pessoas com mais de 60 anos devem passar por avaliação médica antes de receberem a dose.

Na manhã desta quarta-feira (18), equipes da FMS estão reunidas para traçar as estratégias de campanha e imunização para evitar que que humanos sejam contaminados pela doença.

PUBLICIDADE

Recomendados