PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Pastoral da Sobriedade faz reunião de autoajuda em live

Ponta Grossa

02 de abril de 2020 11:42

Da Redação


Relacionadas

Homem é flagrado empurrando moto furtada em bairro de PG

Adolescente bate carro em cruzamento na Vila Marina

Operação derruba esquema de tráfico da fronteira para PG

Em PG, homem invade residência e atira contra mulher
Kuller apresenta novo projeto para multar motos barulhentas
DAF anuncia novo Diretor na área comercial
Auxílio Emergencial movimenta R$ 429 milhões em PG
Reuniões presenciais na casa geral da Copiosa Redenção aconteciam às segundas-feiras Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Pastoral da Sobriedade da Copiosa Redenção inova e lives substituem reuniões de autoajuda

A reunião de autoajuda que acontece semanalmente nos quatro grupos paroquiais e/ou comunitários da Pastoral da Sobriedade na Diocese de Ponta Grossa está sendo substituída por lives, como no grupo que funciona na casa geral Mãe da Divina Graça das Irmãs da Copiosa Redenção, no bairro de Uvaranas, em Ponta Grossa. Autorizadas pela coordenação diocesana, as lives dos dias 23 e 30 de março tiveram conectadas mais de mil pessoas: famílias das arquidioceses de Maringá, Londrina e Curitiba, além de gente de São Paulo, Rondônia e Santa Catarina.

“Muitas pessoas de fora estão participando e, talvez, aqui dentro da diocese isso não esteja sendo conhecido. Por isso, precisamos divulgar”, comenta Heron Alves de Campos, postulante dos Irmãos da Copiosa Redenção. Ainda que encontro não permita interação, ele tenta suprir a ação que o grupo de apoio oferece a dependentes químicos e de álcool, e também seus familiares. Segundo Heron Campos, as lives começaram há duas semanas e devem continuar até o fim do isolamento social, decretado por conta da pandemia do Coronavírus.

A transmissão tem início às 20 horas. “Todos que possuem algum problema de dependência química ou do álcool são bem-vindos”, convida o postulante.  Nas reuniões presenciais, participavam, semanalmente, em torno de 40 dependentes e também familiares, informou.

“Estamos impossibilitados de fazer as reuniões de autoajuda para acolher agentes missionários e beneficiários da Pastoral da Sobriedade, mesmo assim tenho pedido a todos que procurem viver o Passo da Semana em suas casas, se possível com a sua família, de acordo com o manual. Também foi autorizado que tentem viabilizar a reunião, utilizando os recursos tecnológicos, vendo o que melhor se enquadra à realidade/possibilidade de cada grupo”, argumenta Claudimar Barbosa da Silva, coordenador diocesano. “O importante é que procuremos manter viva a chama da Pastoral da Sobriedade em nossas mentes e em nossos corações”.

Conforme Silva, os demais grupos não estão fazendo atividades on-line. Em Carambeí, na Paróquia Nossa Senhora Imaculada Conceição, as reuniões não estão acontecendo, bem como na Paróquia São Sebastião, de Ortigueira, e na Capela São Martinho de Lima, Paróquia Santo Antônio, em Ponta Grossa. Os encontros de autoajuda se mantém nas comunidades terapêuticas Rainha da Paz, Padre Wilton e Rosa Mística, mas só com as pessoas que trabalham ou estão em acolhimento/tratamento.

PUBLICIDADE

Recomendados