PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Igrejas abrem a partir de domingo em PG

Ponta Grossa

06 de maio de 2020 20:58

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Carga balança e caminhão tomba no Contorno Leste

Covid: PG tem mais três óbitos e atinge 52 mil infectados

Regional de PG receberá mais 32,9 mil doses de vacinas

Ciclista fica ferido após acidente da Visconde de Mauá
PG deve aplicar 10 mil vacinas contra a covid neste sábado
Jovem é preso com arma e drogas na região da Boa Vista
Ladrões roubam carro e causam incêndio no núcleo 31 de Março
Templos deverão respeitar regras sanitárias Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Decreto foi publicado pelo Diário Oficial do Município e anunciado pelo prefeito Marcelo Rangel em live

A Edição Complementar do Diário Oficial do Município de Ponta Grossa, publicado na noite desta quarta-feira (6), traz novos decretos e ações de controle contra o coronavírus em Ponta Grossa. A principal medida tomada foi em relação ao funcionamento das igrejas, templos e locais de culto de quaisquer denominação religiosas. O prazo valerá a partir do próximo domingo (10 de maio).

Segundo determinação do Executivo Municipal, através do Decreto nº 17.293, as igrejas precisam cumprir alguns protocolos de segurança sanitária como: ‘ocupação máxima de 30% da capacidade de público no espaço’; ‘não pode ser admitida a entrada de pessoas integrantes do grupo de risco como pessoas acima de 60 anos, diabéticos, hipertensos e cardiopatas’; ‘os bancos e demais locais de assento deverão ser ocupados sempre em fileiras alternadas, com barreiras físicas à ocupação sequencial’.

O decreto continua com ‘todos os fiéis presentes devem fazer uso de máscaras de contenção’, assim como os celebrantes, ou não usando o acessório ao manter três metros de distância ao público. Uso de álcool em gel nas mãos de todos os frequentadores é obrigatório, com portas e janelas abertas para circular o ar.

Contato físico, distância superior a 1,5 metro entre as pessoas, proibição de menores de 18 anos, impedimento do uso de folhetos e materiais de possível compartilhamento, controle do fluxo de entrada e saída de pessoas, higienização das áreas e celebrações que não superem uma hora também constam e são destaques do decreto. 

PUBLICIDADE

Recomendados