Aliel destaca projeto que destina R$ 3 milhões à cultura de PG

Ponta Grossa

26 de maio de 2020 20:17

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Defesa Civil atende família que teve residência danificada

Saúde confirma 12 novos casos de Covid neste sábado

Ponta Grossa tem confirmação de 5º óbito por Covid-19

Moradores bloqueiam rua e causam alvoroço em Olarias
Sargento da reserva pode ter sido vítima da Covid-19 em PG
Batalhão de Polícia Militar lamenta morte de sargento
Acidente deixa duas mulheres feridas na região central de PG
PUBLICIDADE

Iniciativa realoca recursos do FNC, no total de R$ 3 bilhões, para fomento do setor. ‘Auxílio emergencial da cultura’ proporciona ajuda de R$ 600 a profissionais da área

O deputado federal Aliel Machado (PSB) anunciou, na tarde desta terça-feira (26), um projeto de lei aprovado em Brasília que trará R$ 3 milhões ao setor de cultura de Ponta Grossa. Em frente a mansão Vila Hilda, o parlamentar deu mais detalhes dessa ação que visa aquecer um dos setores mais afetados durante a pandemia do novo coronavírus.

“Nós aprovamos um projeto em Brasília que prevê a utilização dos recursos do Fundo Nacional de Cultura (FNC) para ajudar esse setor que está sendo tão afetando nesse momento de crise. O setor cultural foi um dos primeiros a parar e será um dos últimos a retomar suas atividades dentro da sua normalidade – o que não há como”, comenta Aliel.

De acordo com o deputado, o montante total será de R$ 3 bilhões: metade para os estados e outra parte para os municípios (R$ 1,5 bilhão cada). Ponta Grossa receberá, desta forma, R$ 3 milhões que ajudará tanto na área cultural, como junto aos artistas que vêm sofrendo o impacto da pandemia.

“Esse auxílio prevê uma ajuda financeira para artistas de R$ 600 para artistas nos moldes do auxílio emergencial, além de preservar projetos. 15% desse recurso tem que ser utilizado para editais. Portanto, uma grande conquista, uma luta que nós vencemos em Brasília e que com certeza vai ajudar esse setor tão importante que está passando tantas dificuldades nesse momento. É a força da cultura”, complementa Aliel.

PUBLICIDADE

Recomendados