PG terá vacinação contra gripe no Parque Ambiental

Ponta Grossa

25 de junho de 2020 15:34

Da Redação


Relacionadas

Fiscais flagram desrespeito ao toque de recolher em PG

Moto bate em mureta e rapaz de 20 anos fica ferido

Adolescente denuncia mãe e padrasto por agressão em PG

Homem com tornozeleira é preso com 3,8 kg de drogas
Piloto de moto leva 'fechada' e fica em estado grave na PR-151
Carro bate em árvore e capota perto de cemitério
Motociclista morre no hospital após acidente em PG
A vacinação contra a Influenza termina na terça-feira (30). Nos dois últimos dias da campanha, mais um espaço de vacinação será disponibilizado para o público-alvo Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

A vacinação contra a Influenza termina na terça-feira (30). Nos dois últimos dias da campanha, mais um espaço de vacinação será disponibilizado para o público-alvo

A campanha de vacinação contra a Influenza encerra na próxima terça-feira (30). Para realizar uma força-tarefa e imunizar o maior número possível do público-alvo, a Fundação Municipal de Saúde de Ponta Grossa (FMS) oferecerá na segunda (29) e na terça-feira (30) mais um espaço para que a população possa se vacinar. A ação acontecerá no container do Espaço Saúde, no Parque Ambiental, das 9h30 às 15h30. Ainda nesses dois últimos dias da campanha, as 20 salas de vacina, distribuídas nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

De acordo com a FMS, a meta estipulada para a vacinação ainda não foi alcançada entre as gestantes, pessoas com deficiência física, puérperas e crianças maiores de seis meses e menores de seis anos. Um dos objetivos de disponibilizar a imunização no Parque Ambiental é proporcionar mais um espaço acessível para que o público-alvo possa se vacinar.

Até essa terça-feira (24), 95606 pessoas haviam sido vacinadas. A imunização em pessoas com mais de 60 anos e em profissionais de saúde teve resultado positivo atingindo a meta proposta pela FMS de vacinar 90% da população inserida nesses grupos. “A preocupação principal agora é vacinar as 8 mil crianças, 1,5 mil gestantes e 300 puérperas faltantes para que a nossa meta seja alcançada”, afirma a enfermeira da Atenção Primária, Daniele Fabian.

 “A vacina é um dos meios mais eficazes para se proteger contra a Influenza. Por isso ressaltamos a necessidade de as pessoas se vacinarem, especialmente para estimular o organismo a produzir anticorpos contra essa doença respiratória. Neste momento de pandemia, a vacinação se faz mais importante ainda para ajudar as equipes a rastrearem os casos de coronavírus, já que alguns sintomas são semelhantes”, destaca a secretária de Saúde, Angela Pompeu.

Durante a ação, a equipe da FMS dará suporte na fila, orientando o processo de conferências e aplicação das doses, além de controlar a aglomeração de pessoas. Em caso de chuva, a ação poderá ser cancelada para evitar transtornos.

 Podem se vacinar as pessoas pertencentes aos grupos prioritários de todas as fases e que ainda não foram imunizados: crianças de 6 meses a menores de 6 anos; pessoas com deficiência; gestantes; puérperas até 45 dias; adultos de 55 a 59 anos de idade; professores das escolas públicas e privadas; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; profissionais das forças de segurança e salvamento; caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários; idosos com mais de 60 anos; e trabalhadores da saúde.

Nas salas de vacina das Unidades Básicas de Saúde (UBS) a vacinação ocorre das 09h às 12h e das 13h às 16h.


Documentação necessária

Para os portadores de doenças crônicas não transmissíveis mantém-se a necessidade de prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina, que deverá ser apresentada no ato da vacinação. O médico pode indicar a vacina para o paciente que desejar, porém as da rede pública só serão aplicadas se no receituário constar uma das indicações das categorias de risco clínico do informe do Ministério da Saúde.

Os usuários já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS devem se dirigir às unidades que estão cadastrados para receberem a declaração para conseguir a vacina.

Já professores devem apresentar documento que comprove vínculo empregatício ou holerite recente acompanhado de documento com foto, e profissionais das forças de segurança e salvamento, caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo e portuários deverão apresentar documentos que comprovem a ocupação.

Com informações da Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados