Homem é acusado por estuprar menor de idade em PG

Ponta Grossa

06 de julho de 2020 18:10

Cristiano Barbosa


Relacionadas

UniCesumar cria projeto de empregabilidade para alunos

Novo calçadão será polo gastronômico, diz prefeito

Rangel teme explosão da covid após Dia dos Pais

Hospital Bom Jesus realiza 2ª Feijoada Beneficente
Densa neblina faz Ponta Grossa sumir do ‘mapa’
Carro cruza preferencial e causa acidente em PG
UEPG arrecada fundos para ajudar estudantes
PUBLICIDADE

Adolescente de apenas 12 anos de idade estaria grávida do próprio padrasto.

O trabalho conjunto entre o Núcleo de proteção à Criança e ao Adolescente (NUCRIA) e a Polícia Militar dos Estados do Paraná e de Minas Gerais, resultou na prisão de um homem de 49 anos acusado de cometer um estupro em Ponta Grossa. A prisão aconteceu na cidade de Botelhos, Minas Gerais.

A investigação conduzida pela Delegada Ana Paula Cunha Carvalho iniciou- se no mês de abril devido a uma denúncia formalizada pela irmã da vítima, na qual a adolescente de apenas 12 anos de idade estaria grávida do próprio padrasto.

Segundo a vítima os abusos aconteceram no final do ano de 2019, fato que teria se repetido em março do corrente ano. 

“Todavia, diante da percepção de alterações visíveis no corpo da vítima e a confirmação da mesma quanto a prática dos abusos, fora submetida a exame que resultou na comprovação da gravidez da adolescente. Diante dos fatos representamos pela prisão do investigado, o qual acabou evadindo-se da cidade de Ponta Grossa para o Estado de Minas Gerais” explica Delegada Ana Paula Cunha Carvalho.

  A delegada ressalta a importância do trabalho realizado pelos políciais militares. “O trabalho para a localização e cumprimento do mandado de prisão do acusado no Estado de Minas Gerais contou com o irrestrito apoio das Polícias Militares de Ponta Grossa e Botelhos, tendo sido o mesmo localizado, após várias diligências  no Distrito de Palmeiral.”complementa.

Ressalta ainda a delegada, que no ano de 2017 o investigado teria respondido a outra investigação no Nucria, também por aviso sexual, contra outra enteada de 15 anos à época dos fatos, já tendo sido denunciado pelo ministério público pelos crimes de lesão corporal e estupro de vulnerável.

De acordo com a polícia militar o investigado tentou empreender fuga tendo sido devidamente contido pelos policiais militares. O homem acusado, responderá pelo crime de estupro de vulnerável com violência doméstica.

PUBLICIDADE

Recomendados