Sargento da reserva pode ter sido vítima da Covid-19 em PG

Ponta Grossa

11 de julho de 2020 14:39

Andre Bida


Relacionadas

Motoboy morre no hospital após grave acidente em PG

UEPG abre período de isenção para o PSS 2020

GM prende dupla com 500 gramas de maconha

PG registra 20ª morte causada pela covid-19
“Chegamos no platô, vamos começar a descer”, diz Rangel
Motoboy fica gravemente ferido após acidente
Motociclista fica ferido após queda na Monteiro Lobato
Sargento morreu na noite de sexta-feira em uma UPA e foi encaminhado diretamente para o sepultamento. Exames complementares saem nos próximos dias Foto: Divulgação 1º BPM
PUBLICIDADE

Sargento morreu na noite de sexta-feira em uma UPA e foi encaminhado diretamente para o sepultamento. Exames complementares saem nos próximos dias

O sargento da reserva do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM), de 57 anos, que faleceu na última sexta-feira (10) pode ser a quinta vítima da Covid-19 em Ponta Grossa. Segundo a Fundação Municipal de Saúde "trata-se de um paciente que chegou para atendimento médico e seu quadro evoluiu rapidamente, vindo a falecer. A vítima é do sexo masculino, 57 anos, e não possuía comorbidades", diz a FMS.

O sargento identificado no serviço funerário de Ponta Grossa teve seu óbito confirmado na UPA do Núcleo Santa Paula e o corpo seguiu direto para o cemitério, protocolo adotado em casos de morte por Coronavírus. "Em um primeiro momento, o paciente foi positivado com coronavírus através do teste rápido. A equipe da Saúde coletou o exame RT-PCR e agora aguarda o resultado para confirmar oficialmente o registro do óbito por coronavírus. Caso saia a confirmação precisa, Ponta Grossa passa a registrar a quinta morte pela doença", informa trecho da nota da Fundação Municipal de Saúde.

A assessoria de comunicação do 1º BPM lamentou a morte do sargento. "Sua penúltima unidade foi o 1° BPM. E estava servindo no Batalhão de Polícia Militar Ambiental-Força Verde quando passou para a reserva remunerada em 6 de setembro de 2017. O Comando do 1° BPM deseja condolências à família", encerra o texto do Batalhão.

Exames laboratoriais complementares (teste de nariz RT-PCR), que comprovam se a vítima veio ao óbito por Covid-19, devem sair nos próximos dias.

LEIA TAMBÉM

Batalhão de Polícia Militar lamenta morte de sargento

Fundação de Saúde investiga possível morte por Covid-19

PUBLICIDADE

Recomendados