Dr. Magno defende retomada das atividades em PG

Ponta Grossa

13 de julho de 2020 19:20

Afonso Verner


Relacionadas

Colégio realiza projeto preparatório para vestibular

ADM 2020 divulga resultado dos artigos selecionados

Fundação confirma o 105° óbito por Covid-19

Projeto Social de PG realiza congresso online para idosos
ICP têm programação alusiva ao Dia do Idoso
Candidatos destacam oportunidade de debater propostas para PG
“PG não pode silenciar diante do desmonte governista”, diz Professor Gadini
Foto: Kauter Prado / CMPG
PUBLICIDADE

Pneumologista destacou que reforço da estrutura hospitalar poderia possibilitar retomada das atividades econômicas

O vereador Dr. Magno (PDT) usou a tribuna da Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) nesta segunda-feira (13) para pedir a retomada das atividades na cidade mesmo diante da pandemia da covid-19. Médico pneumologista, Magno defendeu o reforço da estrutura hospitalar para garantir a retomada das atividades normais na cidade. De acordo com Magno, é preciso reforçar os cuidados mas manter a vida “normal”, do ponto de vista econômico. 

“Só estamos deixando o enfrentamento da doença para depois. O problema é que quem decide o futuro das pessoas tem seu vencimento [salário] garantido. Por isso, toma as decisões que toma”, disse Magno citando membros do Poder Judiciário e também políticos. “Deixa as pessoas trabalharem. Elas precisam”, argumentou o vereador na tribuna do Legislativo. 

Magno defendeu ainda que os recursos recebidos pela Prefeitura do Governo Federal, cerca de R$ 22 milhões, para a ampliação da rede hospitalar, especialmente as vagas em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI). “Tá na hora da gente começar a andar. O que estamos vivendo não são reflexos da pandemia, mas sim reflexos das ações de quem faz a gestão”, defendeu Magno.

“Pela primeira vez estamos enfrentando uma pandemia com medo, deixando a população amedrontada”, disse Magno. O médico citou ainda o próprio caso: ele ressaltou que tem realizado uma série de procedimentos invasivos em pacientes com a Covid-19 e não se infectou. “É só se proteger, temos as ferramentas para nos proteger”, afirmou.

PUBLICIDADE

Recomendados