Fisioterapia domiciliar traz resultados mais rápidos

Ponta Grossa

14 de julho de 2020 15:00

Andre Bida


Relacionadas

Feira do produtor na Benjamin Constant completa 37 anos

Cescage apresenta agenda de formaturas do mês de agosto

Gadini quer apresentar projeto da ‘Cidade Solidária’

João Jorge dos Santos morre aos 77 anos
Ponta Grossa ganha outdoors em apoio a Jair Bolsonaro
Enfermeira do HU-UEPG volta a ser internada na UTI
Média móvel: conheça a evolução da covid-19 em PG
Tratamento personalizado e individualizado se tornou grande opção durante a pandemia Foto: Eduardo Vinicius/aRede
PUBLICIDADE

Tratamento personalizado e individualizado se tornou grande opção durante a pandemia

A fisioterapia domiciliar, que não tem diferenças da fisioterapia realizada em clínicas, vem se destacando durante a pandemia de Coronavírus por seus grandes resultados, além da comodidade e segurança que traz aos pacientes. A fisioterapia em domicílio atua com atendimento individualizado, horário marcado para que o paciente tenha toda a atenção do terapeuta, sendo corrigido nos movimentos e exercícios.

Segundo Rafael Freitas, fisioterapeuta, a modalidade que é antiga traz bons resultados. "A fisioterapia domiciliar é um desdobramento da fisioterapia, mas muito pouco divulgada e as pessoas não sabem sobre esse serviço", comenta.

Rafael ainda explica que as técnicas abordadas são as mesmas do tratamento feio em uma clínica. "A estimulação, por exemplo, é feita com os mesmos equipamentos, o fortalecimento acontece com pesos e elásticos. As técnicas são as mesmas, o que muda é o ambiente", diz.

O atendimento individualizado propicia uma maior ligação entre profissional e paciente. "A fisioterapia feita em casa é global. Quando vamos até a casa do paciente é possível entender as dificuldades e riscos que ele enfrenta ao longo do dia. Dessa forma é possível fazer adaptações no ambiente", explica o fisioterapeuta.

ASSISTA TAMBÉM: Fisioterapia domiciliar é uma grande vantagem na pandemia

Outra semelhança entre a fisioterapia na clínica e a domiciliar são os equipamentos utilizados. "Com o avanço da tecnologia muitos equipamentos que eram grandes agora são portáteis. Hoje, a gente consegue levar todos esses equipamentos para a casa do cliente. É muito semelhante, mas com uma diferença, os equipamentos ficam espalhados pela casa e quando o terapeuta não estiver lá, o paciente pode continuar fazendo seu tratamento", reforça Rafael.

O fisioterapeuta Rafael Freitas trabalha com o atendimento em domicílio e durante a pandemia estão sendo adotadas várias medidas de higiene, desinfecção e cuidados para que o paciente continue em casa, em segurança, e possa manter seu tratamento.

Quem desejar saber outras informações pode entrar em contato pelo telefone WhatsApp (42) 99868-0919 ou pelo site fisioterapiapg.com.br. O fisioterapeuta atende tratamentos de reabilitação (pessoas que sofreram acidentes), respiratório (pessoas que tem pré-operatório), motora (Traumato-ortopédica), terceira idade e fisioterapia urgente que engloba dores e mau jeito (tensão ou distensão muscular).

PUBLICIDADE

Recomendados