Casos explodem e PG registra 57 novos infectados

Ponta Grossa

14 de julho de 2020 18:01

Andre Bida


Relacionadas

Sanepar interliga novas redes no Parque Industrial

PG chega a 5 mil casos confirmados de covid-19

PSOL aposta em candidatura própria com custos reduzidos

Em PG, criança de quatro anos fica órfã de pai e mãe
Julgamento do ‘caso Taíse’ será nesta terça-feira
Após obstrução de pista, carro bate em caminhão na BR-373
Chuva forte derruba marquise de loja em PG
O número de confirmações é o maior já registrado desde o início da pandemia na cidade Foto: Do Alto PG
PUBLICIDADE

O número de confirmações é o maior já registrado desde o início da pandemia na cidade

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) registrou 57 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, o total chegou em 780 casos. O número de confirmações é o maior já registrado desde o início da pandemia na cidade.

Segundo os dados da FMS, a cidade registra 383 pessoas em isolamento domiciliar, 379 recuperados, 6 em leitos de enfermarias, 6 em leitos de UTI, além de 5 óbitos e 1 óbito suspeito que a Fundação aguarda resultados.

A Fundação de Saúde ainda informou que monitora 3.061 casos, 18 pessoas que estão hospitalidas e são suspeitas. A faixa etária com mais infectados está entre 20 a 29 anos (183 casos), 30 a 39 anos (182 casos), 40 a 49 anos (168 casos) e 50 a 59 anos (105 casos).

TESTAGEM

Ponta Grossa já realizou 9.100 exames, sendo 2.697 no método RT-PCR com 424 confirmados. Os testes rápidos 6.409 com 359 confirmações.

LEITOS CLÍNICOS E UTI

Dos 34 leitos clínicos disponíveis no Hospital Universitário (HU-UEPG), cerca de 14, que correspondem a 41% do total está ocupado. Nos demais hospitais da rede pública e privada de saúde a taxa de ocupação é de 44% com 289 pacientes.

Quanto a taxa de ocupação nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o HU-UEPG atingiu 100% de ocupação com 20 leitos ocupados. Nos demais hospitais da rede pública e privada de saúde a taxa de ocupação está em 98%, sendo 84% ocupado por pessoas que possuem outras doenças, 13% com suspeita de Covid e 1% de confirmados para a infecção. 

LEIA TAMBÉM

"Estamos no pico da doença”, diz Marcelo Rangel;

HU atinge lotação máxima de leitos de UTI na ala da Covid;

PUBLICIDADE

Recomendados