Madero anuncia recontratação de funcionários em PG

Ponta Grossa

15 de julho de 2020 18:33

Fernando Rogala


Relacionadas

Zampieri questiona sobre contrato de terceirização da UPA

Começa hoje o Congresso Internacional de Direito Processual

Vinicius encaminha homenagem à gestão de parque

PG registra novo óbito por Covid e total chega em 15
Cescage terá debates importantes no Ciclo da Ciência
Sandro notifica Ecovia sobre tragédia na BR-277
PRF prende motorista bêbado durante acidente na BR-376
Reunião aconteceu nesta quarta-feira na Prefeitura Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Dos 100 colaboradores demitidos em Ponta Grossa nos últimos meses, 40 foram reincorporados pelo grupo

Empresa cuja sede fabril nacional fica em Ponta Grossa, o Madero anunciou a recontratação de colaboradores demitidos recentemente. Desde que a pandemia mundial do novo coronavírus chegou e se alastrou pelo país, resultando em medidas anunciadas pelos estados e municípios para a contenção do vírus, o setor de restaurantes foi um dos que mais sofreu. Com isso, o Grupo Madero também não ficou imune à queda de faturamento e fez a demissão de centenas de funcionários. Agora, com uma maior movimentação de pessoas no comércio, e a consequente alta nas vendas nas últimas semanas, o fundador da empresa, Junior Durski, confirmou a disponibilização de centenas de vagas pelo grupo.

Nesta quarta-feira (15), Durski esteve em Ponta Grossa, visitando a fábrica e também em reunião com o prefeito, Marcelo Rangel, para quem apresentou o programa de retomada de contratações dos funcionários que haviam sido dispensados durante a pandemia. Durante o encontro, ele esclareceu que das 600 demissões realizadas desde março, 500 eram traines, e os outros 100 eram trabalhadores que atuavam na unidade em Ponta Grossa, recém admitidos para a expansão da rede. Com a melhora do cenário nas últimas semanas, Durski revelou que mais de 210 trabalhadores já foram recontratados e realocados às atividades, dos quais 40 na cidade de Ponta Grossa.

“O maior ativo que temos são os nossos funcionários. Os que ainda não voltaram trabalhar continuam participando do programa ‘Tamo Junto’, que disponibiliza duas lives semanais com aulas de inglês, espanhol e conteúdos motivacionais, e permanecem recebendo a doação de R$ 500 mensais até que sejam recontratados. No início desse mês, foi entregue a quarta doação”, explicou Junior Durski. A expectativa é que os demais funcionários assumam os trabalhos novamente em um prazo de 60 dias.

O prefeito Marcelo Rangel lamentou a queda do desempenho dos restaurantes, mas analisa como boa notícia as recontratações. “São 40 carteiras de trabalho novamente assinadas e a expectativa para que o mesmo ocorra com muitas outras em breve. Estamos investindo para que as empresas e indústrias da cidade possam trabalhar de forma segura e sem riscos para seus funcionários, para que assim, os resultados de emprego em Ponta Grossa se mantenham estáveis”, ressaltou.

 

Investimentos

Na visita desta manhã, Durski gravou um pequeno vídeo, mostrando a evolução da nova fase das obras na fábrica no município, chamada de Cozinha Central. Ele revelou as instalações da câmara congelada robotizada, e da câmara resfriada, também com alta tecnologia, devido à expertise das marcas Kion e Dematic. “É um equipamento alemão e americano, e com muito orgulho, o parceiro é a Águia Sistemas, aqui de Ponta Grossa. É a Águia que está montando tudo e colocando o sistema deles”, informou, mostrando também a linha do transelevador, que servirá para o carregamento dos pallets.

PUBLICIDADE

Recomendados