Atentado deixa um morto e cinco feridos em PG

Ponta Grossa

02 de agosto de 2020 07:28

Afonso Verner


Relacionadas

Projeto Social de PG realiza congresso online para idosos

ICP têm programação alusiva ao Dia do Idoso

Candidatos destacam oportunidade de debater propostas para PG

“PG não pode silenciar diante do desmonte governista”, diz Professor Gadini
Colégio Sant’Ana realiza 'drive thru da saudade' no sábado
Elizabeth vai ampliar programas de qualificação e geração de empregos
General da Brigada do Exército realiza visita ao 1ºBPM
PUBLICIDADE

Crime foi registrado na noite deste sábado (1) e vitimou jovem de 23 anos. Até o momento ninguém foi preso

Uma pessoa foi morta após um atentado na região do Santa Mônica, em Ponta Grossa, na noite deste sábado (1). O crime aconteceu na rua de Gaza por volta das 20h e mobilizou equipes da Polícia Militar (PM) - ninguém foi preso até o momento. 

Segundo as primeiras informações, confirmadas pelas autoridades, um homem chegou ao local em um veículo Volkswagen Gol de cor vermelha e começou a atirar em direção às vítimas.

Uma jovem de 23 anos não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu antes mesmo de receber o atendimento da equipe de socorristas do Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência (SIATE) e médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Ela foi identificada como Thais Fernandes - a jovem estaria apenas passando pelo local no momento do crime. 

Uma segunda vítima foi socorrida e levada ao hospital em estado grave. Outras quatro vítimas foram atendidas pelos socorristas, sendo três feridas pelos tiros e uma por apresentar um ferimento em face durante uma queda.

Leia mais:

Morte de Thaís choca Ponta Grossa em noite violenta

Tiroteio deixa feridos e faz vítima no Santa Mônica


Patrulhamento e investigação

Durante o andamento da ocorrência, foram acionadas as equipes da Polícia Militar do 1° Batalhão, Policiais Civis do Setor de Homicídios da 13° Subdivisão Policial, Instituto de Criminalística para realização de perícia e coleta de dados em local de crime e o Instituto Médico Legal (IML) que procedeu o recolhimento do corpo das vítimas.

A Polícia irá instaurar inquérito para apurar as causas do tiroteio bem como, trabalhar nas investigações que para localizar o suspeito do crime.

Com informações de André Szcezerepa.

PUBLICIDADE

Recomendados