Atentado deixa um morto e cinco feridos em PG

Ponta Grossa

02 de agosto de 2020 07:28

Afonso Verner


Relacionadas

Total Doctor possibilita acesso fácil aos serviços médicos em Ponta Grossa

PG tem novo óbito e mais 72 casos de Coronavírus

Polícia encontra revólver na bolsa de idosa de 71 anos

Rotary Club realiza projeto Corona Zero em asilos de PG
Márcio Pauliki reforça compromisso com a Melhor Idade
Fórum de PG realiza campanha sobre Setembro Amarelo
ACIPG pede atenção diante de mudanças promovidas por lei
PUBLICIDADE

Crime foi registrado na noite deste sábado (1) e vitimou jovem de 23 anos. Até o momento ninguém foi preso

Uma pessoa foi morta após um atentado na região do Santa Mônica, em Ponta Grossa, na noite deste sábado (1). O crime aconteceu na rua de Gaza por volta das 20h e mobilizou equipes da Polícia Militar (PM) - ninguém foi preso até o momento. 

Segundo as primeiras informações, confirmadas pelas autoridades, um homem chegou ao local em um veículo Volkswagen Gol de cor vermelha e começou a atirar em direção às vítimas.

Uma jovem de 23 anos não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu antes mesmo de receber o atendimento da equipe de socorristas do Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência (SIATE) e médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Ela foi identificada como Thais Fernandes - a jovem estaria apenas passando pelo local no momento do crime. 

Uma segunda vítima foi socorrida e levada ao hospital em estado grave. Outras quatro vítimas foram atendidas pelos socorristas, sendo três feridas pelos tiros e uma por apresentar um ferimento em face durante uma queda.

Leia mais:

Morte de Thaís choca Ponta Grossa em noite violenta

Tiroteio deixa feridos e faz vítima no Santa Mônica


Patrulhamento e investigação

Durante o andamento da ocorrência, foram acionadas as equipes da Polícia Militar do 1° Batalhão, Policiais Civis do Setor de Homicídios da 13° Subdivisão Policial, Instituto de Criminalística para realização de perícia e coleta de dados em local de crime e o Instituto Médico Legal (IML) que procedeu o recolhimento do corpo das vítimas.

A Polícia irá instaurar inquérito para apurar as causas do tiroteio bem como, trabalhar nas investigações que para localizar o suspeito do crime.

Com informações de André Szcezerepa.

PUBLICIDADE

Recomendados