Feira Verde registra aumento de 20% na entrega de alimentos

Ponta Grossa

04 de agosto de 2020 20:00

Da Redação


Relacionadas

Fortes chuvas afetam mais de 2,3 mil pessoas no PR

Câmara de PG vota hoje projeto da 'transparência da Sanepar'

UEPG firma convênio internacional com universidade

Copiosa Redenção recebe doação de projeto
HCorBJ amplia recursos para tratar do coronavírus
SindServ fará sabatinas com candidatos à Prefeitura
Curto-circuito em postes assusta moradores
Programa realizou a troca de mais de 2 mil toneladas de recicláveis, resultando em um total de mais de 506 mil alimentos Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Programa realizou a troca de mais de 2 mil toneladas de recicláveis, resultando em um total de mais de 506 mil alimentos

O programa Feira Verde encerrou o primeiro semestre de 2020 com resultados positivos no saldo de alimentos entregues e recicláveis trocados ao longo dos primeiros meses do ano. Com relação a 2019, houve um acréscimo de 20% do total de hortifrútis distribuídos para a população e de 16% da quantidade de materiais recicláveis entregues nas quatro associações de catadores de recicláveis da cidade.

Executado pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento da Prefeitura de Ponta Grossa (SMAPA), de fevereiro a julho de 2020, o Feira Verde realizou a troca de mais de 2 mil toneladas de recicláveis, resultando em um total de mais de 506 mil alimentos entregues para a população. Em 2019, foram cerca de 420 mil hortifrútis distribuídos.De acordo com o diretor do programa, Izidorio Campos, os resultados foram satisfatórios, levando em conta que o programa ficou suspenso por três semanas por conta das medidas adotadas pelo Município para conter o avanço da pandemia do coronavírus.

“Neste ano, de janeiro a julho, tivemos 42,7 mil trocas realizadas. É um número menor que o do ano passado, que no mesmo período totalizou 44,5 mil pessoas atendidas. Mas, mesmo com menos pessoas participando das trocas, percebemos que houve aumento do número de materiais recicláveis que foram trazidos durante a programação e, consequentemente, maior número de alimentos entregues. Para nós, esse número é bom, já que por quase um mês não houve trocas nos bairros. Como as pessoas estão ficando mais tempo em casa, o acúmulo de recicláveis tende a ser maior e é importante que elas utilizem o Feira Verde para descartar corretamente esses materiais”, destaca Izidorio.

Conforme os dados levantados pela SMAPA, julho foi o mês com o maior número de pessoas atendidas, totalizando 9,4 mil e 475 mil recicláveis trocados durante toda a programação. Nesta primeira semana de agosto, o programa está com as trocas suspensas para a realização de procedimentos internos. Na próxima semana, as trocas devem continuar a partir de um novo calendário estipulado pela Secretaria. Para o segundo semestre, mais 11 pontos de troca foram inclusos no calendário. Esses pontos localizam-se no Parque Auto Estrada 2, Dom Bosco 2, Santa Paula 2, Jardim Esplanada, Jardim Jacarandá, Pitangui, Santa Paula 4, Buenos Aires 2, Jardim Canaã, Campos Elísios, Rocho Róis 2.

Para o secretário interino da SMAPA, Alexandre Oliveira, o crescimento do programa, baseado no aumento dos alimentos entregues para a população, exemplifica a importância do serviço para a comunidade.

“Mesmo neste momento de crise em saúde, a população continua participando das trocas, o que demonstra a necessidade de mantermos o serviço para o abastecimento e a segurança alimentar dos mais necessitados. Pensando em expandir o programa, incluímos mais pontos de troca para aproximar o Feira Verde de mais pessoas e garantir o acesso a essa população, que antes precisava percorrer maiores distâncias para participar das trocas. Vale destacar que os agricultores locais também são beneficiados com esse processo, pois boa parte dos alimentos adquiridos para o Feira Verde são derivados da nossa agricultura familiar”, ressalta Alexandre.

O Feira Verde estimula a troca de materiais recicláveis por hortifrútis. A cada quatro quilos de material que pode ser reutilizado, o cidadão tem direito a um quilo de alimento. O calendário de troca do segundo semestre já está disponível para consulta. Para acessá-lo, clique aqui ou acesse o documento abaixo.

Com informações da Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados