Nova gasolina começa a ser vendida em PG

Ponta Grossa

04 de agosto de 2020 19:09

Fernando Rogala


Relacionadas

Paciente de 61 anos é a 97ª vítima do coronavírus em PG

Homem é morto em confronto com a Guarda Municipal

Marcio Pauliki inicia campanha em bairros de PG

PG se aproxima dos 5 mil casos confirmados de covid-19
Ponta Grossa terá semana com máxima de 37˚C
Mabel inicia campanha ao lado de lideranças e apoiadores
Professor Gadini participa de seminário internacional
Combustível começa a ser disponibilizado nos postos de Ponta Grossa Foto: Cristiano Barbosa
PUBLICIDADE

Combustível agora passa a ter uma maior octanagem mínima, e fica mais densa, com maior poder de queima, trazendo economia

Já começa a ser disponibilizada nos postos de combustíveis de Ponta Grossa a nova gasolina que passa a ser comercializada no país. Não se trata de um novo produto no mercado, mas sim um produto de maior qualidade, que chega para substituir a gasolina que era utilizada. Ela começou a ser vendida pela refinaria da Petrobras às distribuidoras e dentro de três meses todos os postos do Brasil obrigatoriamente deverão vender essa nova formulação. As maiores vantagens da nova gasolina é que ela será menos nociva ao meio ambiente e trará mais economia as motoristas, pela redução no consumo. 

As novas especificações estão estabelecidas pela Resolução 807/2020 da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), que esclarecem que, a partir de agora, qualquer gasolina comercializada no país deve ter, no mínimo, massa específica de 715 kg/m³ e octanagem de pelo menos 92 octanas – antes, as gasolinas comuns podiam ter menos de 90 octanas. A alta octanagem permite um poder de queima maior, que faz com que os motores injetem uma quantidade menor de combustível para ter o rendimento ideal, aumentando a quilometragem rodada por litro consumido. Além disso, a nova gasolina é menos volátil, o que proporciona um funcionamento mais uniforme do motor.

O empresário Hélio Sacchi, proprietário de uma rede de postos de combustíveis em Ponta Grossa e região (Contorno), detalha as principais vantagens aos consumidores. “A Petrobras refinaria mudou a formula da gasolina, para que ela tenha mais potência, tenha mais energia com menor volume. Atomicamente, ela vai ficar mais econômica, em torno de 5%”, informa o empresário. “Então vamos passar a ter uma gasolina muito próxima a que tem na Europa e nos Estados Unidos”, completa Sacchi, afirmando ainda que a quantidade de chumbo na formulação caiu. Cabe destacar, contudo, que o percentual de etanol anidro foi mantido em 27% na gasolina comum, e em 25% nas gasolinas ‘premium’, que agora passam a ter, no mínimo, 97 octanas. 

Especialistas relatam que essa nova formulação é mais adequada para os automóveis, principalmente para os mais novos, que possuem tecnologia bicombustível (flex), com injeção direta e turbo, que poderão, além da economia no consumo, ter um pequeno aumento de potência, reduzindo a diferença de potência em relação ao uso do etanol.


Combustível não terá aumento no valor da comercialização

Apesar da melhoria na qualidade, a gasolina não será vendida com um preço mais alto, informa Hélio Sacchi. Conforme ele explica, a Petrobras seguirá acompanhando as variações do preço do petróleo internacional. Na última semana, inclusive, a estatal anunciou uma baixa de 4% no preço médio nas refinarias. Quanto à oferta do novo combustível aos consumidores, Sacchi explica que em um de seus postos ela já começa a ser disponibilizada. “A partir desta segunda, a Petrobras já passando o novos combustível às distribuidoras. Um dos nossos postos, por exemplo, não tinha estoque alto, e no final da tarde desta terça começamos a entregar a gasolina melhor. Então no decorrer desta semana os postos já vão começar a ter a nova gasolina”, conclui o empresário.

PUBLICIDADE

Recomendados