PRF encontra em PG carro furtado de locadora há três anos

Ponta Grossa

07 de agosto de 2020 08:47

Da Redação


Relacionadas

Projeto quer qualificar jovens para setor de TI

Orçamento de PG não permite promessa eleitoreira, diz Gadini

Mabel Canto propõe criação de Policlínicas da Família

PG recebe 1º Seminário Online de Educação Inclusiva na Prática
Debate ganha importância com proximidade da eleição
Prefeitura anuncia orçamento superior a R$ 1 bi
Uninter oferta cursos na área de responsabilidade social
Veículo foi apreendido e motorista responderá por receptação de veículo furtado Foto: Márcio Lopes/aRede
PUBLICIDADE

Suspeito confessou que comprou carro por R$ 2 mil em Colombo e não sabia que ele tinha sido furtado de locadora paulista

Um homem precisou dar explicações à Polícia Rodoviária Federal (PRF) e responderá por receptação após ser flagrado com um carro furtado de locadora paulista. O caso foi registrado em Ponta Grossa na noite desta quinta-feira (6) em abordagem realizada pelos policiais no quilômetro 463 da BR-376.

De acordo com a PRF, por volta de 21h, havia uma família parada às margens da rodovia ao lado de um Hyundai HB20 com placas de Belo Horizonte (MG). O motorista apresentou carteira de habilitação categoria A (apenas para motocicletas) e disse que não estava com o documento do carro, alegando que tinha pego o veículo emprestado de um amigo.

No entanto, os policiais fizeram a consulta da situação do veículo no sistema e descobriram que havia impedimento para o automóvel por conta de uma ocorrência de apropriação indébita registrada na Polícia Civil de São Paulo. De acordo com a PRF, o HB20 foi locado por três dias de uma empresa em Guarulhos em março de 2017 e não foi devolvido à locadora.

A partir dessa confirmação, o motorista confessou que tinha comprado o carro por R$ 2 mil na cidade de Colombo, região metropolitana de Curitiba, a partir de um anúncio nas redes sociais. Ele também disse que não sabia a real procedência do automóvel. Ele foi autuado como autor de receptação de veículo e foi encaminhado à 13ª Subdivisão Policial (SDP)  para prestar esclarecimentos sobre a situação.

PUBLICIDADE

Recomendados