Briga entre torcedores em PG vai parar na delegacia

Ponta Grossa

09 de agosto de 2020 08:22

Fernando Rogala


Relacionadas

Hospital Municipal de PG recebe R$ 197 mil em equipamentos

Com 124 casos de covid-19, PG volta a bater recorde

PRF flagra cigarro paraguaio em caminhão de mudança

Motorista sem CNH e bêbado derruba muro em acidente
Trio invade residência em PG e uma pessoa é presa
PM acaba com festa com mais de 120 pessoas em PG
Táxi bate contra poste e motorista foge do local
Envolvidos foram levados para a delegacia Foto: Arquivo JM
PUBLICIDADE

Confusão ocorreu na noite deste sábado, na região central de Ponta Grossa. Entre os envolvidos estavam torcedores do Palmeiras e Corinthians

Um desentendimento entre torcedores de futebol de times diferentes desencadeou uma briga, na região central de Ponta Grossa, na noite deste sábado, por volta das 20h40. Entre os envolvidos estão um menor de 16 anos e outros dois adultos, um de 28 e outro de 37 anos. Conforme Boletim de Ocorrência, eles entraram em vias de fato dentro de um estabelecimento comercial na avenida Doutor Vicente Machado, inclusive causando danos no local. O desentendimento ocorreu pela rivalidade entre torcedores e, diante disso, policiais militares do Pelotão de Trânsito encaminharam os envolvidos à delegacia.

A irmã do menor envolvido entrou em contato com o Portal aRede e relatou que a agressão ocorreu por parte de integrantes da torcida do Palmeiras em Ponta Grossa. “Tudo porque ele estava usando a camisa do Corinthians”, informou. Além disso, segundo ela, “mais de 30 torcedores bateram nele”. A mãe do garoto também se pronunciou, e fez o agradecimento especial a um homem, que teria ajudado o adolescente. “Só tenho a agradecer a Deus por ter colocado um anjo na vida do meu filho. Ele foi perseguido e espancado por alguns integrantes da torcida do Palmeiras só porque estava com uma camisa do Corinthians. E esse moço passava por lá e salvou a vida do meu filho. Ele se chama Raul e é um anjo enviado por Deus na hora que meu filho mais precisou (...)”, disse. 

PUBLICIDADE

Recomendados