Rangel teme explosão da covid após Dia dos Pais

Ponta Grossa

10 de agosto de 2020 10:37

Da Redação


Relacionadas

Colégio realiza projeto preparatório para vestibular

ADM 2020 divulga resultado dos artigos selecionados

Fundação confirma o 105° óbito por Covid-19

Projeto Social de PG realiza congresso online para idosos
ICP têm programação alusiva ao Dia do Idoso
Candidatos destacam oportunidade de debater propostas para PG
“PG não pode silenciar diante do desmonte governista”, diz Professor Gadini
Prefeito expressou preocupação com festas familiares no Dia dos Pais Foto: Arquivo aRede/Reprodução
PUBLICIDADE

Prefeito lembrou que a celebração do Dia dos Namorados acelerou o aumento no número de casos da doença e relata temor sobre festas familiares

O aumento no número de casos de covid-19 duas semanas depois do Dia dos Namorados, em junho, deixou as autoridades sanitárias de Ponta Grossa em alerta para esse fim de semana. Com o Dia dos Pais, houve intenso movimento no comércio da cidade e várias lojas e centros comerciais registraram grande fluxo de pessoas. Além disso, as comemorações deste domingo (9) também causam temor no governo municipal de uma nova explosão de casos.

“As famílias se encontraram, se uniram e é necessário ter essa proximidade até para o psicológico dessas pessoas para aguentarem o que está acontecendo no mundo”, destacou o prefeito Marcelo Rangel (PSDB) na manhã desta segunda-feira (10) durante a apresentação de seu programa de rádio. “Tomara que as pessoas tenham tomado cuidado; vamos esperar que nos próximos dez dias não tenhamos aumento exponencial em Ponta Grossa”, completou o prefeito.

Ele lembrou que o Dia das Mães foi bastante complicado em outros municípios da região, mas Ponta Grossa não teve aumento tão grande nesse período. No entanto, com muitos casos na região, as vagas do Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HU-UEPG) começaram a ter alta demanda. “O Dia dos Namorados foi o mais difícil para a cidade de Ponta Grossa, os jovens saíram muito, foram para restaurantes e bares e depois de dez dias, nossos números aumentaram muito”, relembra o gestor municipal.

Até a última atualização divulgada neste domingo pela Fundação Municipal de Saúde mostrava que Ponta Grossa acumula 1.783 casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia. Desse total, 826 já estão recuperados e outros 910 estão em isolamento domiciliar. A cidade tem 19 mortes confirmadas e mais uma suspeita de covid-19. São 15 ponta-grossenses internados em leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) e outros 12 em enfermarias.

PUBLICIDADE

Recomendados