Rodada de Negócios visa a fortalecer associativismo

Ponta Grossa

11 de agosto de 2020 20:05

Fernando Rogala


Relacionadas

Construtora entrega unidades atendendo público jovem

Prestes entrega residencial e se destaca junto ao público jovem

Setor empresarial de PG ganha novo grupo do 'BNI'

Comércio de PG se recupera e vendas crescem em julho
PG retorna ao limite prudencial de gastos com pessoal
Primeiro debate do 1º turno tem regras definidas
Elizabeth vai executar três novos lagos no Parque de Olarias
O objetivo é promover oportunidades de negócios, ampliar o networking dos empresários e remodelar o formato dos Núcleos Setoriais Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Remodelagem de Núcleos Setoriais em Conselhos visa fomentar a capacitação e o networking

A Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (Acipg) realizará no dia 3 de setembro, às 7h30, através de uma plataforma online do Sebrae, uma Rodada de Negócios para seus associados. O objetivo é promover oportunidades de negócios, ampliar o networking dos empresários e remodelar o formato dos Núcleos Setoriais, transformando-os em Conselhos Setoriais, potencializando a ferramenta base associativismo na instituição.

De acordo com a Rafael Zanin, diretor de Fomento da Acipg, a instituição é uma organização de empresários que buscam o desenvolvimento de sua cidade, mas que atua também na promoção de relações comerciais, através de network entre os associados. “A premissa do associativismo é a ajuda mútua na consolidação e expansão dos negócios”, explica.

O gerente institucional da Acipg, Gilmar Denck, explica que para participar das duas primeiras Rodadas de Negócios não será necessário se afiliar à Acipg, pois o objetivo é mostrar para o empresário o quanto os Conselhos Setoriais podem ser úteis para o sucesso do próprio negócio. “A Rodada de Negócios a se realizar dia 3 de setembro tem como objetivo atrair os empresários a fazerem negócios, mas principalmente repensarem o seu setor, e com isso, de maneira associativista, fazê-lo crescer neste período de retomada”, explica.

Zanin salienta que a adesão ao Programa Empreender cumpre este papel, pois oferece acesso a treinamentos comerciais, aprendizagem contínua entre empresários e oportunidades de networking e negócios com centenas de membros de associações em todo Brasil. “Diante do cenário de pandemia a Acipg acredita que a maneira de comprar, vender e negociar foi sensivelmente alterada, de forma que a capacitação e as relações comerciais estabelecidas na confiança pautarão o mercado em um futuro já presente”, finaliza o diretor.

As informações são da assessoria de imprensa.

 

PUBLICIDADE

Recomendados