Família presta homenagem a professor morto pela covid

Ponta Grossa

12 de agosto de 2020 09:41

Da Redação


Relacionadas

Colégio realiza projeto preparatório para vestibular

ADM 2020 divulga resultado dos artigos selecionados

Fundação confirma o 105° óbito por Covid-19

Projeto Social de PG realiza congresso online para idosos
ICP têm programação alusiva ao Dia do Idoso
Candidatos destacam oportunidade de debater propostas para PG
“PG não pode silenciar diante do desmonte governista”, diz Professor Gadini
Professor Ceccato morreu nessa quarta-feira no Hospital Geral Unimed Foto: Arquivo familiar
PUBLICIDADE

Norberto Jacob Ceccato morreu aos 85 anos, nesta quarta-feira (12), em Ponta Grossa

Com uma vasta folha de prestação de serviços ao ensino público de Ponta Grossa, Norberto Jacob Ceccato morreu aos 85 anos, nesta quarta-feira (12), em Ponta Grossa. Ele estava internado no Hospital Geral da Unimed. Não houve velório. O corpo foi sepultado às 9 horas da manhã no Cemitério São José. O professor foi mais uma vítima do novo coronavírus, segundo informou Vanessa Jordana Buhrer.

Em nota enviada ao Portal aRede, Vanessa prestou a seguinte homenagem ao professor Ceccato:

“Hoje o sol não brilhou.., os pássaros não cantaram .... os risos se calaram... e as lágrimas rolam em nossos corações...Hoje queríamos que essa verdade fosse mentira... mais um pedacinho da nossa família vai ficar mais distante... É com muita tristeza que a família Ceccato, informa o falecimento do Senhor Norberto Jacob Ceccato aos 85 anos, o senhor Norberto era casado com Lúcia Maria Filgueiras Ceccato, o casal teve três filhos Lucélia de Fátima Ceccato, Norberto Filgueiras Ceccato e Leopoldo Ceccato. Norberto Jacob Ceccato foi professor do ensino médio e da Universidade Estadual de Ponta Grossa, onde ocupou a primeira chefia do departamento de letras em 1993, Advogado renomado, exerceu a função de vereador nos anos de 1969 a 1973 sendo que em 1970 foi vice presidente da Câmara Municipal de Ponta Grossa. A sua forte personalidade , de homem dedicado, líder por natureza, escondia uma sensibilidade extraordinária, que emergia nos pequenos gestos e nos grandes, que sempre assumia. Será lembrado por sua inteligência, caráter e retidão. E por isso amamos o senhor incondicionalmente... E temos a certeza de que hoje está sendo recebido com aplausos pelos anjos do céu.

Este foi o 22º óbito pela Covid, em Ponta Grossa.

PUBLICIDADE

Recomendados