Polícia combate motos com 'escapamento aberto' em PG

Ponta Grossa

15 de agosto de 2020 08:56

Afonso Verner


Relacionadas

Caminhão derruba poste e interdita PR-151 em PG

Morte de rapaz entristece e comove amigos em PG

'PG Sem Fome' recebe 500 kg de alimentos do Colégio Elite

Cinco grupos políticos disputam Prefeitura de PG
‘Drive In’ da Igreja do Evangelho reúne jovens e adolescentes
UEPG é representada em evento de odontologia
Família de PG que perdeu casa em incêndio pede doações
Ao todo, seis motocicletas foram detidas por diversas irregularidades Foto: Divulgação / PM
PUBLICIDADE

Em nova operação 'Cavalo de Aço', policiais militares retiraram seis veículos irregulares das ruas

O 1º Batalhão de Polícia Militar (1º BPM) segue intensificando as ações contra motocicletas e outros veículos com o 'escapamento aberto' em Ponta Grossa. Nesta sexta-feira (14), equipes do Pelotão de Trânsito e equipes da 1ª Companhia desencadearam uma nova fase da Operação Cavalo de Aço, com abordagens na região Central e também em Oficinas. 

Segundo a PM, a ação tem como objetivo a abordagem e verificação de motocicletas com escapamento aberto (descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso). As autoridades planejaram a ação diante das inúmeras denúncias recebidas pela PM sobre o barulho excessivo produzido por esse tipo de veículo. Além disso, a Polícia também afirma que "esse tipo de veículo é frequentemente utilizado na prática de delitos". 

Ao todo, 47 motocicletas foram abordadas e seis delas foram recolhidas ao pátio do Batalhão. Além disso, os policiais lavraram 18 autos de infração durante a abordagem: três condutores não tinham Carteira Nacional de Habilitação (CNH), outro condutor estava com a CNH vencida, três motoristas estavam com a CNH cassada.

Durante a abordagem, quatro condutores foram multados por conduzir veículo com alteração característica, quatro motoristas foram multados por estarem sem equipamento obrigatório e dois motociclistas foram multados por conduzir veículos com o 'escapamento aberto'. 

O Batalhão deverá seguir realizando ações do tipo para "garantir a manutenção da ordem pública".

PUBLICIDADE

Recomendados