PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

PG avança na criação linha de crédito para 'socorrer' empresários

Ponta Grossa

17 de agosto de 2020 20:15

Afonso Verner


Relacionadas

UEPG procura cursistas que não receberam a Bolsa Qualificação

Tragédia em rodovia de PG mata família de Rondonópolis

Traslado de vítimas de tragédia será arcado pela empresa

Motociclista morre após colisão com ônibus em bairro de PG
Obra da Sanepar compromete o abastecimento em PG
Família morta em PG é identificada pelo IML
Caminhão sem freio atinge veículos do Corpo de Bombeiros
Foto: Kauter Prado / CMPG
PUBLICIDADE

Após muita polêmica antes da chegada do projeto, iniciativa foi aprovada em primeira discussão

A Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) aprovou nesta segunda-feira (17) o projeto de lei (PL) 185/2020, de autoria do Poder Executivo. A iniciativa cria uma linha de crédito para empreendedores da cidade - ao todo, serão ofertados R$ 3 milhões em empréstimos para pequenos empresários do município. O projeto foi antecedido por muito debate e polêmicas envolvendo a legalidade da proposta. 

Criado pelo Poder Executivo para contribuir com a economia em um período de crise, o projeto foi enviado ainda em junho, mas acabou sendo retirado do Legislativo. Na época, a preocupação da Prefeitura era de que a iniciativa pudesse entrar em conflito com a legislação eleitoral. Com isso, vereadores consultaram o Ministério Público que, por sua vez, deu pareceres distintos sobre o tema. 

Por um lado, o promotor Marcio Dantas afirmou que o projeto era legal e que o Legislativo não poderia interferir na discussão. Por outro lado, o promotor Jânio Luiz Pereira, deu parecer contrário a criação da linha de crédito. Na época, Jairo destacava que havia trechos na proposta que preveem “doação pura e simples em favor dos particulares para todos fins e efeitos”, ao destacar que o município subsidiária os juros do financiamento. 

O projeto inicialmente previa um recurso de R$ 3 milhões em que cada empreendedor poderia emprestar até R$ 20 mil, dependendo do ramo em que atua. No entanto, apesar das ponderações do MP, o presidente da Câmara, Daniel Milla (PSD), buscou dialogar para trazer o projeto novamente ao trâmite. Por sua vez, o parlamentar Geraldo Stocco (PSB) era um dos que mais cobrava a votação da medida. 

Durante a votação desta segunda-feira (17) os ânimos acirrados deram lugar a um clima ameno e de comemoração. O vereador Ricardo Zampieri (REPUBLICANOS) parabenizou a gestão da Sala do Empreendedor, comandada por Tônia Mansani. Por sua vez, o vereador João Florenal (PSD) destacou a importância do projeto para ajudar os empresários da cidade. 

A proposta foi aprovada em primeiro turno e voltará ao debate na próxima quarta-feira (19). Caso seja aprovada em segunda discussão, o projeto segue para a sanção do prefeito Marcelo Rangel (PSDB). Há um consenso no Legislativo e no Executivo de que a iniciativa deve ser aprovada e sancionada o mais rápido possível. 

Stocco comemora retorno da proposta

Geraldo Stocco (PSB) foi à tribuna do Legislativo Municipal para comemorar o retorno do projeto e a aprovação em primeiro turno. “Hoje é dia de comemorar… lutamos muito para que esse projeto fosse reenviado. A linha de crédito é uma iniciativa fundamental do Poder Executivo em um momento de profunda crise política. Acredito que esse auxílio ajudará a salvar muitos empregos na nossa cidade”, destacou o parlamentar membro da oposição. 

PUBLICIDADE

Recomendados