Quadrilha aterroriza família de PG e ‘faz a limpa’ em residência

Bandidos roubaram dezenas de objetos e aparelhos do imóvel e fugiram com o carro das vítimas; veículo foi abandonado horas depois

Coleta de impressões digitais podem auxiliar na identificação dos criminosos
Coleta de impressões digitais podem auxiliar na identificação dos criminosos -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Bandidos roubaram dezenas de objetos e aparelhos do imóvel e fugiram com o carro das vítimas; veículo foi abandonado horas depois

As forças policiais de Ponta Grossa estão mobilizadas atrás de quatro bandidos que aterrorizaram uma família entre a noite desta quarta (26) e a madrugada desta quinta-feira (27). Os criminosos renderam os moradores de uma casa às margens da PR-151, e fugiram levando vários objetos de valor, incluindo o carro das vítimas. O veículo foi recuperado horas depois.

De acordo com a Polícia Militar, os quatro homens mascarados chegaram até a casa da família por volta das 22h. Os moradores escutaram barulho na porta dos fundos e flagraram o grupo, sendo que pelo menos um deles portava uma arma de fogo. Os cinco membros da família foram colocados no sofá da casa e, enquanto um ladrão vigiava, os outros três fizeram a limpa na residência.

Vários objetos de valor foram roubados, além de uma espingarda e o carro da família, um Gol preto que foi recuperado horas depois. As vítimas disseram que a ação dos bandidos durou cerca de duas horas, período em que os bandidos beberam cerveja e comeram alimentos que estavam na casa das vítimas. Depois de carregar o carro, um dos bandidos saiu com o veículo roubado e retornou meia hora depois para buscar os outros membros da quadrilha.

Ainda conforme relato da PM, as vítimas disseram que os criminosos não foram agressivos em nenhum momento, dizendo que queriam apenas armas e dinheiro e não iriam machucar ninguém. Antes de fugirem, os bandidos amarraram todos os moradores no sofá. Eles só conseguiram se libertar depois de uma hora e acionaram a Polícia Militar, que não encontrou nenhum suspeito de cometer o crime.

Horas depois, o carro da família foi encontrado numa plantação de aveia que fica às margens da Avenida Pedro Wosgrau. O veículo estava completamente depenado e não tinha nenhum objeto roubado das vítimas. A papiloscopista do Instituto de Criminalística esteve no local para coletar impressões digitais que poderão auxiliar a Polícia Civil na investigação do caso. Informações que possam auxiliar as autoridades na elucidação do caso podem ser passadas anonimamente pelos telefones 181, 190 e 197, ou ainda pelo Whatsapp da Polícia Civil pelo número (42) 99827-9684.