UTFPR entrega 5 mil novos protetores faciais em PG

Ponta Grossa

01 de setembro de 2020 20:45

Da Redação


Relacionadas

Professor Edson quer definir o destino dos impostos com o povo

Colégio Professor Colares passará a ser cívico-militar

Amigos se despedem de jovem vítima de acidente em PG

Vila Velha abre vaga de estágio em Comunicação e Marketing
Incêndio criminoso atinge casa no Parque dos Pinheiros
Pride leva clientes de carro para conhecer decorado
Pauliki defende a valorização do funcionalismo público
Os equipamentos de proteção individual vão auxiliar os profissionais que estão atuando na linha de frente do combate à pandemia Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Os equipamentos de proteção individual vão auxiliar os profissionais que estão atuando na linha de frente do combate à pandemia

Na última semana do mês de agosto, representantes da UTFPR Ponta Grossa entregaram 5.480 protetores faciais para instituições de saúde e segurança pública de Ponta Grossa. Entre as instituições beneficiadas estão a Fundação Municipal de Saúde (FMS), o Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HU-UEPG), a Polícia Civil, o Pronto Socorro Municipal, entre outros.

Os equipamentos de proteção individual devem auxiliar os profissionais que estão atuando na “linha de frente” do combate à pandemia do novo coronavírus.

A produção de aproximadamente seis mil protetores faciais do tipo face shield aconteceu no prazo de um mês, após a aprovação de projeto coordenado pelo professor Thiago Antonini Alves, em edital de ações institucionais para o combate à Covid-19. 

“O Ministério da Saúde recomenda, aos profissionais da saúde e segurança pública, a utilização do face shield para aumentar a proteção do rosto como um todo, de gotículas e respingos. Estas pessoas estão no combate direto ao vírus, por isso precisam de equipamentos que aumentem sua segurança e diminuam o risco de proliferação do vírus”, relata o coordenador do projeto e chefe do departamento de Mecânica da UTFPR Câmpus Ponta Grossa.

Os protetores faciais doados são produzidos a partir de uma suspensão em plástico injetado com folha PET transparente, tornando-se de fácil assepsia, baixo custo e rápida produção em larga escala. O professor Guataçara dos Santos Junior, membro do projeto e Diretor de Pesquisa e Pós-Graduação do câmpus Ponta Grossa, explica que a produção de face shields visa “atender a alta demanda por equipamentos de proteção individual que os hospitais, centros de saúde e órgãos responsáveis pela segurança pública; a UTFPR, como instituição parceira da comunidade, viu nesta demanda a necessidade de atuação para auxiliar com soluções inovadoras e práticas”

Com informações da Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados