Grupos de Aliel e Jocelito anunciam união de forças

Ponta Grossa

02 de setembro de 2020 16:36

Afonso Verner


Relacionadas

Rotary Club realiza projeto Corona Zero em asilos de PG

Márcio Pauliki reforça compromisso com a Melhor Idade

Fórum de PG realiza campanha sobre Setembro Amarelo

ACIPG pede atenção diante de mudanças promovidas por lei
Mabel propõe criação da Secretaria da Mulher
PG e região registram hoje o dia mais quente do ano
'Não há orgulho maior que isso', diz Rangel sobre empregos
Aliel, Jocelito, Mabel, Joce e outras lideranças políticas fizeram reunião para discutir a cidade Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Os grupos políticos de Aliel Machado (PSB) e Jocelito Canto devem unir forças. Mabel é cotada como candidata

Com a proximidade das eleições, o tabuleiro político de Ponta Grossa segue sofrendo mudanças e alterações. A nova decisão que trouxe grandes repercussões foi o pacto firmado entre os grupos políticos de Aliel Machado (PSB) e Jocelito Canto, ex-prefeito e comunicador conhecido. Com isso, Aliel e Jocelito devem lançar uma candidatura à Prefeitura com o nome do próprio Aliel, ou com Mabel Canto (PSC), comandando a chapa. 

A reportagem do portal aRede entrou em contato com o deputado federal que confirmou a união de forças. “O que decidimos até agora foi que vamos caminhar juntos na eleição. Desde ontem a Mabel [deputada estadual] está estudando nosso plano de governo, conversando com as pessoas. O que decidimos até o momento é que vamos unir forças”, disse Aliel. "O que não podemos é deixar o futuro da cidade ser decidido em negociatas", disparou Aliel. 

Com uma possível candidatura de Mabel (ou do próprio Aliel), o nome de Pietro Arnaud (PSB), vereador de segundo mandato, é cotado como vice. “O Pietro é uma pessoa muito preparada, foi um líder de oposição muito competente, é um ótimo vice para qualquer candidato e para compor com qualquer chapa. Mas vamos conversar muito ainda até o fechamento do prazo das convenções”, disse o deputado. 

Por um lado, a união de forças entre Jocelito e Aliel pode ser classificada como “esperada”, já que o deputado federal sempre foi próximo de Joce. No entanto, o nome de Mabel como possível candidata a prefeita é uma mudança considerável no cenário político. Mabel foi eleita para o primeiro mandato como deputada estadual em 2018 e rompeu com o governo recentemente

No entanto, caso Mabel decida ser candidata, há um impeditivo ‘documental’: a deputada registrou em cartório os compromissos de campanha em 2018, entre eles cumprir integralmente o mandato na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). Por outro lado, Aliel cumpre o segundo mandato como deputado federal e se torna uma liderança cada vez mais respeitada em Brasília, atualmente como vice-líder da oposição ao governo de Jair Bolsonaro. 

Grupos sempre foram ‘próximos’

Na prática, os grupos de Aliel e Jocelito sempre foram próximos. Os vereadores ligados a Aliel, Pietro e Geraldo Stocco (PSB), sempre participaram dos programas de rádio de Jocelito e Mabel. Além disso, os grupos de Aliel e Jocelito também se assemelham na retórica e na forma de encarar o papel do Estado - na prática, ambos defendem a participação do Estado, em suas diversas instâncias, para ajudar parcelas mais humildes de população. 

Parceria histórica

Na prática, Aliel começou a carreira política ao lado de Jocelito, em comícios do então candidato a prefeito e a deputado. Quando Aliel se elegeu vereador pelo PCdoB em 2012 com uma votação surpreendente e, logo em seguida, garantiu a presidência da Câmara, Jocelito foi uma das poucas figuras públicas mais tradicionais a defender Aliel em questões polêmicas, como o subsídio concedido à Viação Campos Gerais (VCG) durante uma greve histórica no município.

PUBLICIDADE

Recomendados