Em meio a desistências, Pauliki já leva propostas a lideranças

Ponta Grossa

04 de setembro de 2020 15:40

Afonso Verner


Relacionadas

Veja a agenda dos prefeituráveis para essa quinta (22)

Viaduto na Vila Margarida deve custar mais de R$ 13 milhões

Elizabeth quer simplificar abertura de empresas em PG

Certificação por competência pode ser solução para sistema educacional
Covid: 84,7% das vítimas em PG possuíam comorbidades
Mabel tem projeto para reduzir filas de espera com especialistas
PSOL vai para às ruas de PG com segurança sanitária
Foto: Arquivo JM
PUBLICIDADE

Empresário busca viabilizar candidatura à Prefeitura e quer garantir apoio de lideranças políticas

Os primeiros dias do período de convenções partidárias em Ponta Grossa foram marcados por indefinições e desistências em relação à eleição para Prefeitura. Por exemplo, nesta semana o então pré-candidato do PSL, Márcio Ferreira, alegou questões familiares e desistiu. Também nesta semana, o vereador Dr. Magno Zanelatto, pré-candidato pelo PDT, anunciou que a direção nacional do seu partido orientou para uma composição com o PSB em Ponta Grossa.

Por sua vez, o pré-candidato do PSB, deputado federal Aliel Machado, declarou que pode não ser mais candidato, em uma indefinição com a deputada estadual Mabel Canto (PSC). A vice-prefeita Elizabeth Schmidt (PSD) também deixou dúvidas no ar sobre uma candidatura depois que o seu partido adiou a convenção marcada inicialmente para esta sexta-feira (04).

Enquanto isso, em meio a todas essas indefinições e desistências, o pré-candidato do SD, empresário Marcio Pauliki, garante que a sua candidatura é a única que está 100% certa neste momento. Ele informa que tem visitado lideranças de vários segmentos da sociedade para levar ao conhecimento as propostas contidas no seu Plano de Governo, denominado de ‘PG+200’.

“A oposição coloca que posso desistir, mas somente para tentar provocar instabilidade e insegurança. Na verdade a nossa é a única candidatura neste momento que está 100% garantida”, declara Pauliki.

inclusive, comenta Pauliki, “alguns partidos que estavam caminhando ao lado de pré-candidatos que não mais há a certeza de serem candidatos, podem vir a somar conosco nessa caminhada”. Neste momento integram o grupo de apoio a Pauliki o SD, DEM e PRTB do vice-presidente General Mourão, e ainda pode passar a somar o Patriota, além de outros que conversam com o pré-candidato.

A convenção do SD está marcada para o próximo dia 16 de setembro, às 19 horas. 

Informações da assessoria. 

PUBLICIDADE

Recomendados