Feriado e calor lotam pontos turísticos de PG

Ponta Grossa

07 de setembro de 2020 15:10

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Grandes obras em PG geram mais de R$ 7,3 mi em ISS

Zampieri defende gestão enxuta e atenção aos bairros

Novos produtos elevam potencial turístico de PG

Confira a agenda dos prefeituráveis de PG para este sábado
Debate com vices apresenta propostas para o futuro de PG
“Direito à água e ao saneamento deve orientar ação do prefeito”, diz Gadini
Jovem cai de brinquedo erótico em motel de PG
Cachoeira da Mariquinha teve alto número de visitante neste domingo Foto: Reprodução/Redes sociais
PUBLICIDADE

Algumas atrações do município, como balneários, tiveram aglomerações de pessoas. Setor de eventos pede explicação

A forte onda de calor que chegou na última semana em Ponta Grossa, somada ao feriado do Dia da Independência, 7 de setembro, segunda-feira, fez com que o ponta-grossense lotasse os mais variados pontos turísticos da cidade entre sábado (5) e hoje. Praças, parques, balneários e diversas locais registram alto fluxo de pessoas.

Em muitos locais, como a Cachoeira da Mariquinha, questões como distanciamento e uso de máscara não foram respeitados, aumentando o risco de contágio pelo novo coronavírus – a cidade, até o momento, conta com 64 mortos pela doença e mais de 3,5 mil infectados, com a ala da Covid no Hospital Universitário da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), com leitos lotados de pacientes.

O Parque Estadual de Vila Velha, que vem operando com no máximo 50% da capacidade de público informou que recebeu lotação máxima. Outros pontos, como o Buraco do Padre, também teve muitos visitantes. Os parques e praças, como o Ambiental, Linear e Pôr-do-Sol foram locais mais na região central que apresentaram fluxo elevado de pessoas.

Setor cobra explicações

Os trabalhadores do setor de eventos pediram explicações ao poder público sobre a falta de fiscalização e aglomeração de pessoas em diversos espaços do município. Uma das publicações no Facebook, de Fellipe Cepeluski, que integra o setor, contava com 260 compartilhamentos e 107 comentários pedindo a liberação de eventos com responsabilidade em Ponta Grossa.

“Além da indignação da quantidade de gente, queria saber do senhor prefeito Marcelo Rangel se, já que nosso setor eventos é tão perigoso em voltar, esse tipo de coisa é liberado numa boa. Sem nenhuma fiscalização. Fica aqui minha revolta quanto as desculpas do prefeito pela liberação de eventos conscientes em nossa cidade”, escreveu Fellipe.

Na semana passada uma campanha pró-setor de eventos, de empresários, profissionais e colaboradores, da área já havia fomentado a discussão em Ponta Grossa.

PUBLICIDADE

Recomendados