Patriota segue ‘rachado’ sobre candidatura a prefeito

Ponta Grossa

08 de setembro de 2020 15:20

Afonso Verner


Relacionadas

PM flagra festa com 150 pessoas em casa noturna de PG

Moradores encontram corpo às margens de rio

Professora Elizabeth opta por atuação ‘low profile’

Câmara inicia sessões em 30 dias com ‘pauta bomba’
PG anuncia novas medidas contra a covid na sexta-feira
Loureiro e Elizabeth discutem projetos para o aeroporto
PG tem mais 4 mortes e se aproxima dos 15 mil casos
Gustavo Brandão fez duras críticas à forma do Patriotas conduzir a escolha do candidato Foto: Arquivo JM
PUBLICIDADE

Gustavo Brandão, articulador da campanha do Coronel Daniel Marques, fez desabafo em nota encaminhada ao portal aRede

O partido Patriota segue rachado em Ponta Grossa no que diz respeito ao caminho adotado pelo partido na disputa pela Prefeitura. Por um lado, Keyla Sanson busca viabilizar a própria candidatura ao cargo, com possibilidade de compor uma outra chapa como vice. Por outro lado, integrantes da legenda e articuladores sustentam a candidatura do Coronel Daniel Marques, ex-comandante do 13º BIB. 

Gustavo Brandão, articulador e apoiador da candidatura de Daniel, fez um desabafo em uma nota enviada ao portal aRede. “Antes de começar a falar do porque acredito que a melhor escolha para prefeitura de Ponta Grossa é o Coronel Marques, deixe-me fazer um pano de fundo para que vocês leitores entendam o porquê estou escrevendo para vocês”, escreveu o rapaz na nota enviada ao portal aRede.

Na publicação, Gustavo destacou que é acredita no exercício do trabalho como uma virtude e “que só não evolui quem não quer”.  “Sobre política, não sou filiado a nenhum partido político no momento, nem recebo um centavo para apoiar pessoas boas aqui em PG. Venho e vou de graça. Sou líder da recém-fundada Lux Brasil Ponta Grossa, uma associação suprapartidária de legítimos patriotas”, escreveu. 

Brandão defende que o Coronel Marques foi comandante do 13° BIB, fundou o Museu do 13, restaurou a Maria Fumaça, “dentre tantos feitos realizados em Ponta Grossa. Recebeu inclusive o Título de Cidadão Honorário de Ponta Grossa. Contra resultados não há argumentos”, diz o articulador. 

“Já é de conhecimento da maioria das pessoas que o diretório Municipal do partido Patriota convidou o Coronel Marques para ser candidato a prefeito, mesmo sabendo que Marques não queria essa missão, mas aceitou. Coronel está disposto a servir o Brasil, sempre”, garantiu.

Gustavo argumentou que o diretório do partido “mudou tudo”. “O Patriota começou a apoiar candidato de esquerda, e tomar ações que no mínimo são irresponsáveis, além de obviamente erráticas. Inclusive não cumprindo a palavra com o Coronel Marques”, escreveu Brandão.  “Até o fato de eu ter feito [uma] carta de apoio popular, página de apoio no Facebook, pesquisa de google forms, foi o suficiente para o diretório do partido Patriota me processar por fazer propaganda eleitoral antecipada. É mole?”, ironiza. 

“Todos os processos contra mim foram arquivados, é claro. Fora os companheiros que também receberam notificações e “processos sem pé nem cabeça””, escreveu Brandão. Na publicação, Gustavo afirma ainda que espera que o partido mude de posicionamento na convenção. “Dia 11 de Setembro agora tem a convenção do partido Patriota Municipal, esperamos bom senso por parte do diretório. Essa é a oportunidade de resgatar a credibilidade do pequeno partido aqui na cidade”, escreveu. 

“A Lux Brasil – Ponta Grossa não apoiará nenhum candidato envolvido com corrupção ou de esquerda (é a mesma coisa)”, destaca o articulista na nota.

PUBLICIDADE

Recomendados