Rapaz de 20 anos é executado com vários tiros em PG

Ponta Grossa

16 de setembro de 2020 08:07

Da Redação


Relacionadas

Veja qual é a agenda dos prefeituráveis nesta quarta (21)

Professora Elizabeth quer criar ‘Esquadrão Drone’ da GM

Hotel ibis será inaugurado na próxima segunda

Estudante dá dicas para passear com cães no Lago de Olarias
Cursos da UEPG são destaque em avaliação feita pelo Enade
Novo decreto em PG reduz restrições em diversas áreas
Mabel Canto quer inovar ao usar transporte por aplicativo
PUBLICIDADE

Crime aconteceu na noite desta terça-feira no bairro Neves; ainda não há informações sobre autoria ou motivação para o homicídio

Investigadores da Seção de Homicídios da 13ª Subdivisão Policial (SDP) de Ponta Grossa trabalham desde a noite desta terça-feira (15) para esclarecer uma execução registrada no bairro Neves. Um rapaz de 20 anos foi morto com vários tiros no meio da rua Olga Sad Maia, no Jardim Lagoa Dourada, por volta de 21h30.

De acordo com a Polícia Militar, o jovem foi encontrado já sem sinais vitais com ferimentos provocados por arma de fogo nas costas. Equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros chegaram a ser acionadas, mas encontraram a vítima já sem sinais vitais.

Peritos do Instituto de Criminalística estiveram no local do crime para coletar provas que possam ajudar a polícia a elucidar o homicídio. O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa e, até a publicação desta matéria, a identidade da vítima ainda não tinha sido revelada oficialmente.

Conforme foi apurado no local da execução, o rapaz tinha acabado de sair de uma distribuidora de bebidas onde tinha comprado alguns produtos. Quando passava por uma rua escura, foi atingido por vários tiros e ainda tentou correr por alguns metros, mas não resistiu aos ferimentos e caiu no meio da via. Nos bolsos da vítima foram encontradas três buchas de maconha e dinheiro trocado.

Informações que possam auxiliar as autoridades na investigação do crime podem ser repassadas anonimamente pelos telefones 181, 190 e 197, ou ainda pelo Whatsapp da Polícia Civil pelo número (42) 99807-9691.

PUBLICIDADE

Recomendados