Apoio do PSL a Pauliki coloca Marcio Ferreira em ‘saia justa’

Ponta Grossa

16 de setembro de 2020 19:15

Afonso Verner


Relacionadas

Elizabeth aponta compromisso com funcionários públicos

Empresários do comércio estão otimistas para o Natal

Samu comemora 15 anos com premiação aos servidores

Prefeitura de PG pagará R$ 10 mil para casa mais iluminada no Natal
Confira a agenda dos prefeituráveis nesta quinta-feira
Pietro ressalta intenção de governar “para as pessoas”
PG atinge 90 mil trabalhadores com carteira assinada
Foto: Arquivo / aRede
PUBLICIDADE

Fiel escudeiro de Rangel, Ferreira é filiado ao PSL. Partido optou por apoiar candidatura de Marcio Pauliki

A decisão do PSL em apoiar a candidatura de Marcio Pauliki (SD) à Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG) colocou Marcio Ferreira em uma saia justa. Ex-secretário da Gestão de Marcelo Rangel (PSDB), Marcio era o pré-candidato do PSL à Prefeitura e deixou o pleito por motivos pessoais. No entanto, a decisão do Diretório Municipal do PSL colocou Marcio Ferreira ao lado de Pauliki, este último adversário declarado de Rangel.

Ferreira ficou muito conhecido ao ser secretário de Obras Públicas e Serviços Públicos da gestão de Rangel. Auto-intitulado super-homem, Marcio Ferreira trabalhava em várias frentes no combate aos buracos da cidade - o então secretário afirmou que trocaria de nome caso não ‘tapasse’ todos os buracos da cidade em seis meses. Apesar de não cumprir a promessa, Marcio Ferreira ganhou reconhecimento da população.

Marcio Ferreira era visto como um fiel aliado por Rangel e do irmão, Sandro Alex (PSD) - o prefeito destacou, mais de uma vez, que via com muito carinho a candidatura do ex-secretário. Em vários momentos, Marcio saiu em defesa das ações de Rangel no comando da Prefeitura, especialmente quando o assunto era o Lago de Olarias ou as praças realizadas pela atual gestão. 

PUBLICIDADE

Recomendados