HCorBJ amplia recursos para tratar do coronavírus

Ponta Grossa

28 de setembro de 2020 10:12

Da Redação


Relacionadas

Incêndio criminoso atinge casa no Parque dos Pinheiros

Pride leva clientes de carro para conhecer decorado

Pauliki defende a valorização do funcionalismo público

PG será palco da viagem virtual do Teatro a Bordo
Marca-passo: quando usá-lo e como é viver com o aparelho
Moradores encontram vizinho morto em PG
Expectativa é de movimentação nos parques no feriado
Irmã Margarida Hlatchuk e fisioterapeuta Jeferson Langoski Foto: HCorBJ
PUBLICIDADE

BRICs são dispositivos de suporte ventilatório extremamente uteis, seguras e com muita eficiência terapêutica

Hospital do Coração Bom Jesus (HCorBJ) adquiriu recentemente dez Bolhas de Respiração Individual Controlada (BRIC) para auxiliar no tratamento de pacientes com Covid-19.

As BRICs são dispositivos de suporte ventilatório extremamente uteis, seguras e com muita eficiência terapêutica, elas permitem manter o paciente sob uma ventilação com pressão positiva, ou seja, com entrada do ar nas vias aéreas sob pressão, facilitada pelo mecanismo de vedação que esse recurso possui.

Pedro Compasso (CRM/PR 23008), responsável médico do comitê Covid-19 do HCorBJ, destaca que “com isso os pacientes melhoram a falta de ar e aumentam o suporte de oxigênio, numa ventilação não invasiva, retardando assim a necessidade de intubação e ventilação mecânica, com isso, e na maioria das vezes acabam não precisando desta medida mais agressiva.”

O fisioterapeuta Jeferson Langoski, (CREFITO 164568) destaca que “a BRIC (Bolha de respiração individual controlada) veio para revolucionar o campo da fisioterapia, pois permite a utilização de vários recursos fisioterapêuticos sem a dispersão de aerossóis. A realização da Ventilação Não Invasiva (VNI) é indicada como recurso para pacientes que estejam com determinado desconforto respiratório e índice de oxigenação abaixo do esperado. Assim com o uso de interfaces pré-determinadas pelo fisioterapeuta é possível otimizar a ventilação e evitar a intubação do paciente com sintomas respiratórios. Langoski, ressalta ainda que “é importante destacar que toda patologia tem indicações específicas, mas na pandemia do Covid-19, a BRIC pode ser um dos recursos a serem utilizados com segurança para o paciente e para a equipe de atendimento hospitalar.”

Doutor Compasso, ressalta que “o HcorBJ sempre se preocupou com a segurança da nossa equipe e através da aquisição desse equipamento podemos otimizar as terapias para os pacientes sem trazer insegurança a equipe terapêutica. Portanto esse dispositivo visa salvar vidas, uma permanência menor no hospital, medidas menos agressivas e respostas através de um sistema seguro.” 

As BRICs são aprovadas pela Anvisa e, é importante ressaltar que o seu uso deve ser avaliado pela equipe médica responsável.

 

PUBLICIDADE

Recomendados