Edson aposta em crescimento de forma diferenciada

Ponta Grossa

23 de outubro de 2020 19:40

Da Redação


Relacionadas

Comércio de PG amplia as vendas em setembro

Indefinição impede acerto do horário especial de Natal

Pesquisadores da UEPG entre os melhores do mundo

Barbearia Santiago inova e amplia a oferta de serviços
Rede São Camilo arrecada alimentos no 'Natal Solidário'
Empresária da 'Car'la Wash' recebe prêmio da Fecomércio
Click Odontologia inicia plantão de atendimento aos sábados
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Candidato do PT destaca importância do planejamento regional para avanços em Ponta Grossa

Ponta Grossa não é uma ilha. Muito pelo contrário, é a cidade polo da Região dos Campos Gerais que conta com 26 municípios. Por esse motivo, não é possível imaginar que Ponta Grossa possa se desenvolver de forma isolada tendo em vista as inúmeras  relações que mantém com as cidades no seu entorno. Nessa área vivem quase 1 milhão de pessoas.

Para resolver esse problema, a coligação PT-PCdoB, que tem o Professor Edson como candidato a prefeito, pretende lutar pela implantação da Região Metropolitana dos Campos Gerais. A intenção é integrar políticas públicas de educação superior, saúde de média e alta complexidade, cadeias produtivas agroindustriais e forças políticas que possam lutar pela região.

Dentro desse esforço, o Professor Edson também vai trabalhar para que sejam realizadas as obras de duplicação da rodovia Ponta Grossa-Palmeira, cerca de 40 quilômetros da Rodovia PR 151. “Essa obra é urgente porque não não se trata apenas de melhorar o fluxo de veículos, mas de, principalmente, salvar vidas. Todos os dias a rodovia é interrompida por causa de um acidente, e dentro do caminhão tombado ou do carro acidentado na pista, havia um pai de família, uma mãe ou um filho que não voltou para casa. Nosso compromisso é lutar com todas as forças políticas junto ao Governo do Estado para integrar Ponta Grossa e Palmeira com uma estrada segura”, diz o candidato.

Outra questão importante diz respeito ao Contorno Norte. A população espera essa obra desde 1997 para desviar o tráfego pesado da BR-373. “Há uma falácia que deve ser combatida, pois já existe uma proposta alternativa muito bem feita de 'Contorno Sul'. Ao mesmo tempo, o Contorno Leste poderia ser duplicado. Esse conjunto de obras teria custo menor e seria muito mais adequado urbanisticamente sem destruir a área da Escarpa Devoniana e sem expandir o perímetro para a região dos rios Verde e São Jorge. O Contorno sul também valorizaria o aeroporto, estaria conjugado com a duplicação para Palmeira e a construção de um novo distrito industrial.

As informações são da assessoria. 

PUBLICIDADE

Recomendados