Perfil: Conheça o prefeiturável Marcio Pauliki

Ponta Grossa

13 de novembro de 2020 19:00

Afonso Verner


Relacionadas

Jovens realizam ação comunitária em PG

Número de MEIs cresce e supera 20,4 mil em PG

ÁgilPress oferta opções de seguros e consórcios em PG

Caminhonete é furtada na região central de PG
Pastor Gidalte morre em PG vítima da covid
Empossado, Valtão volta a ter direito a salário de vereador
Aliel cobra agilidade da Fiocruz na produção de vacinas
Foto: Arquivo JM
PUBLICIDADE

Empresário disputa o cargo de prefeito de Ponta Grossa pela segunda vez liderando uma coligação com 10 partidos

O empresário Marcio Pauliki (SD) entrou na vida pública em 2012, quando disputou o cargo de prefeito de Ponta Grossa em uma coligação com apenas três partidos. Oito anos depois, Marcio volta à mesma disputa, já com a experiência de um mandato como deputado estadual (2015-2018) e uma candidatura a deputado federal em 2018, quando obteve mais de 77 mil votos, mas acabou ficando de fora. 

Em 2020, Pauliki se apresenta ao eleitorado princesino acompanhado do vereador Ricardo Zampieri (Republicanos) - a parceria vinha sendo costurada há alguns meses nos bastidores e se efetivou nas convenções partidárias em setembro. A dupla lidera uma chapa com 10 partidos e teve a campanha com maior investimento no pleito, somando 58% dos recursos investidos pelos prefeituráveis em suas campanhas. 

Ao lado de Zampieri, Pauliki apresentou o que chamou de “campanha propositiva”. A dupla buscou visitar todas as vilas da cidade. “Buscamos conversar com a população e durante mais de um ano discutimos as propostas para a criação do programa PG + 200, discutindo a cidade e seus problemas com especializadas de diversas áreas do conhecimento”, disse Pauliki.

O empresário, em mais de uma oportunidade, se declarou o “mais preparado” para assumir o comando da Prefeitura e os desafios que a gestão enfrentará nos próximos anos. “Me preparei toda minha vida para esse momento e para esse desafio de comandar a nossa cidade, a cidade em que nasci e em que construí toda a minha trajetória”, disse Marcio. 

Além da trajetória pública que também inclui a presidência da Associação Comercial, Industrial e Empresarial (Acipg), Pauliki também soma experiência no campo privado, onde comanda uma grande empresa do setor varejista com de 2,5 mil empregados, com 200 lojas em quatro estados brasileiros. 

PUBLICIDADE

Recomendados