Professor Edson é o último prefeiturável a votar

Ponta Grossa

15 de novembro de 2020 14:23

Da Redação


Relacionadas

Prefeitura realizará ligação entre bairros em PG

Acadêmico da UEPG cria galinhas ornamentais

Regional de Saúde distribui materiais para vacinação

Reitor da UEPG recebe Secretário de Cultura de PG
Primeiras doses da Coronavac chegam a PG nesta tarde
Para fugir da PM, rapaz entrega drogas para adolescente em PG
Sesc Estação Saudade abre edital do ArteSesc 2021
O candidato deve acompanhar a apuração dos votos em casa, junto de sua família. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) chegou ao local de votação às 12h30 e deve acompanhar a apuração dos votos em casa

Candidato à prefeitura de Ponta Grossa pelo Partido dos Trabalhadores (PT), Professor Edson foi o quinto e último prefeiturável de Ponta Grossa a ir às urnas neste domingo (15). Ele chegou acompanhado de três candidatos a vereadores da coligação, sendo um deles sua irmã, Professora Joseli, acompanharam também o presidente municipal e estadual do PCdoB, Tércio e Elton Barz, no Colégio Estadual José Elias da Rocha, no bairro Olarias, por volta das 12h30.

O candidato deve acompanhar a apuração dos votos na casa de chás Cyclus Brunch e Chás, no centro da cidade, junto de sua família, coordenação de campanha e alguns candidatos a vereadores . 

"Estou sentindo um clima muito bom na cidade, uma aceitação das nossas propostas, uma alegria. De maneira que eu penso que o nosso objetivo de discutir a cidade foi atingido. Estamos aguardando agora que as ideias que foram plantadas nessas eleições frutifiquem com a coragem dos eleitores de ter confiança na sua própria capacidade de se organizar, de pensar diferente e lembrar que uma comunidade, uma sociedade organizada, é democracia certa", pondera o candidato.

LEIA TAMBÉM: Perfil: Conheça o prefeiturável Professor Edson

Docente da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Edson tem mestrado e doutorado e fez parte do governo de Péricles de Mello no comando da Prefeitura (2001-2004). Armando estreou na vida pública em 2016, quando disputou o cargo de vereador e teve uma votação tímida. Em 2020, o petista decidiu alçar vôos mais altos e representar o PT em uma disputa pela Prefeitura.

Em parceria com o PCdoB, o PT apresenta uma chapa formada por Edson e tendo como vice Pastor João Carlos (PCdoB) - o religioso está aposentado das atividades como pastor e assim decidiu ingressar na vida pública. João Carlos fez carreira no Exército da Salvação, voltado ao atendimento de pessoas em situação de risco e de vulnerabilidade social.

PUBLICIDADE

Recomendados