PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Professor Gadini agradece votos e cadeira do PSOL

Ponta Grossa

16 de novembro de 2020 00:55

Andre Bida


Relacionadas

PG tem noite cercada de descumprimentos dos decretos

PM apreende 85 quilos de maconha em Ponta Grossa

Ambev recebe licença para iniciar ampliação em PG

Vídeo mostra evolução da covid nas regionais de saúde do PR
Comércio de PG reforça necessidade da reabertura
Em PG, Patrulha faz 1ª prisão pelo botão ‘Maria da Penha’
Trio é flagrado com maconha e cocaína no Jardim Amália
Gadini disse que disputar uma eleição é assumir uma posição em defesa de políticas públicas e pelo direito à vida das pessoas Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Gadini disse que disputar uma eleição é assumir uma posição em defesa de políticas públicas e pelo direito à vida das pessoas

Quarto colocado nas eleições para prefeito de Ponta Grossa em 2020, o Professor Sérgio Luiz Gadini teve 5.029 votos dos eleitores, correspondendo a 3,04% do total de votos válidos. Em pronunciamento nas redes sociais, Gadini comentou que disputar uma eleição é assumir uma posição em defesa de Políticas Públicas e pelo Direito à Vida das pessoas que enfrentam dificuldades.

"Agradecimentos a Todos Moradores da Cidade, que se dispuseram a pensar propostas para 'Mudar de Verdade' na administração pública Municipal. Gratidão, pela recepção, disponibilidade e Gentileza, diálogo e aprendizado, que tivemos na Eleição PG 2020” disse Gadini.

O professor também falou sobre a disputa do segundo turno em Ponta Grossa. “Desejamos que as duas candidaturas que disputam o segundo turno assumam os necessários compromissos para resolver os problemas emergenciais na Cidade. Seguimos em sintonia e luta. Obrigado, de Coração! ", ressalta.

O candidato a prefeito municipal abordou que um dos objetivos do PSOL foi alcançado, ocupar uma cadeira na Câmara Municipal. "Se na eleição majoritária não obtivemos o êxito esperado, na disputa à Câmara Municipal conseguimos importante vitória com um mandato popular Josi + Coletivo, que vai defender os movimentos sociais de PG, a partir de Janeiro de 2021", complementou.

Essa é a segunda vez que Gadini disputou um pleito para o executivo. Na primeira disputa ao Palácio da Ronda, em 2016, o professor universitário obteve 12.214 votos, tendo 6,93% dos votos válidos.

PUBLICIDADE

Recomendados