Polícia mantém cerco e detém dois suspeitos em PG

Ponta Grossa

04 de dezembro de 2020 07:52

Da Redação


Relacionadas

Covid-19: Servidores da Prefeitura de PG afastados devem ser reavaliados

'Arena Tardezinha' é a nova praia urbana de PG

Prefeitura de PG perde R$ 90 mi com inadimplência

Sanepar parcela dívidas em até 60 vezes
JK quer reconhecimento do último faxinal ponta-grossense
PG garante castração gratuita de cães e gatos
Saiba quantas doses da vacina contra covid PG e região vão receber
Dupla foi encontrada em região isolada e não soube explicar o que fazia no local, segundo a PM Foto: Cristiano Barbosa/aRede
PUBLICIDADE

Dupla estava em carro abordado na região do Taquari dos Polacos; eles portavam facas e roupas camufladas, segundo a polícia

Dois homens foram detidos pela Polícia Militar no fim da tarde desta quinta-feira (3) na região do Taquari dos Polacos, em Ponta Grossa, onde dezenas de policiais fazem cerco desde terça-feira (1º) em busca de assaltantes de banco que trocaram tiros com forças policiais da cidade.

Os homens de 29 e 33 anos foram abordados dentro de um carro numa estrada rural da região e, de acordo com a PM, não souberam explicar o porquê de transitarem por uma rua não pavimentada em péssimo estado de conservação. Dentro do carro, foram encontradas duas facas e dois uniformes, um preto e outro camuflado, semelhante aos utilizados pelos bandidos envolvidos no tiroteio com policiais.

Todo o material foi apreendido e conduzido junto com os dois suspeitos à 13ª Subdivisão Policial (SDP) para as devidas providências. A Polícia Civil agora vai interrogá-los e apura se algum deles teria envolvimento na troca de tiros com a polícia ou no assalto a banco em Floraí (norte do Paraná), de onde o grupo teria vindo, conforme as suspeitas das autoridades.

O cerco policial no Taquari dos Polacos está montado desde a última terça e envolve equipes do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM), além da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) e Batalhão de Operações Especiais (BOPE).

A Polícia Militar solicita à população, em especial aos moradores da região do Taquari dos Polacos, para que qualquer informação referente ao paradeiro dos suspeitos seja repassada via 190.

PUBLICIDADE

Recomendados