PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Inovação será uma das prioridades do governo Elizabeth

Ponta Grossa

15 de dezembro de 2020 19:32

Fernando Rogala


Relacionadas

Em PG, UTI's estão com 100% de ocupação

Associação Comercial questiona fiscalização a comerciantes

Tenente dos Bombeiros explica atropelamento em vila de PG

Adolescente é atropelado e fica em estado gravíssimo em PG
Procon orienta sobre bloqueio de ligações de telemarketing
Empresários do comércio querem venda por delivery
Cesta básica passa a custar R$663,67 em Ponta Grossa
Tonia Mansani concedeu entrevista ao Portal aRede para detalhar a política de fomento ao empreendedorismo e inovação Foto: Arquivo JM
PUBLICIDADE

Tonia Mansani fala sobre desafios a serem superados quanto à inovação e ao empreendedorismo nos próximos anos


A inovação será um dos principais eixos da nova gestão da prefeitura de Ponta Grossa, que será comandada pela professora Elizabeth Schmidt, entre 2021 e 2024. De acordo com Tonia Mansani, Coordenadora de Fomento ao Empreendedorismo e Inovação no município, que concedeu uma entrevista ao vivo ao Portal aRede e ao Jornal da Manhã nesta terça-feira (15), além de metas e objetivos descritos em um plano para o futuro, o município também terá um Conselho da Inovação, que irá discutir o assunto de forma mais ampla para melhorias e desenvolvimento em inúmeras áreas.

“Tonia Mansani revelou que teve uma reunião na última semana com a prefeita eleita, junto com o secretário da Fazenda, Claudio Grokoviski – a Coordenadoria de Fomento ao Empreendedorismo pertence a essa pasta. Claudio foi o primeiro secretário anunciado pela prefeita, e Tonia, como servidora concursada, e não um cargo comissionado, segue na próxima gestão. “Ela [a Elizabeth] entende, dentro do plano de governo, que a inovação será um carro-chefe. Vamos ter que trabalhar de porta pra dentro e de porta pra fora”, resumiu a coordenadora.

Neste âmbito, Tonia explicou que a tecnologia e inovação foram bastante mencionadas por Elizabeth durante a campanha, o ‘governo 4.0’, então para colocar isso em prática, será preciso o desenvolvimento de um trabalho para que isso se torne viável da forma mais democrática possível. “Será preciso modernizar as pastas, com os secretários que vão vir - todas as pastas prestam serviço ao cidadão. E a inovação são pessoas: não adianta comprar o software mais moderno e colocar aplicativos, se o servidor não está preparado para trabalhar e nem o munícipe”, explicou.

De acordo com Tonia, a reunião abordou o plano de retomada econômica, elaborado pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico. A coordenadora revelou que há algumas metas a serem cumpridas, mas que tudo ainda depende de validação, e informou sobre um projeto pensado para tornar a cidade como referência no setor de inovação. “Logo que eleita, no primeiro pronunciamento, a professora Elizabeth anunciou um programa que construirmos com bastante carinho, que é o Vale dos Trilhos”, resumiu. 

Nos últimos meses, houve o fortalecimento do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Ponta Grossa (CDEPG), e a partir de agora, a intenção é dar vida ao Conselho de Inovação. “Houve a decisão de deixar o Conselho de Desenvolvimento se fortalecer, mostrar seu papel, e posteriormente montar o Conselho de Ciência e Inovação, para mostrar que são conselhos que se complementam e não competem. Vem a se somar e vai ser uma complementação”, concluiu.


Meta é criar ambiente propício para o incentivo

Tonia Mansani também ressaltou que há a necessidade de incentivar o setor na cidade, para que ele consiga se desenvolver e crescer. Para isso, a meta é criar um ambiente mais propício para a inovação. “Existe um ‘vale da morte’ da inovação em Ponta Grossa. Então precisamos sentar com esses atores. A prefeitura é um ator: há cobrança que município faça inovação, mas não é função da prefeitura. Não somos instituição de pesquisa, não somos ente, então precisamos nos reinventar, melhorar ambiente e prestar serviço com mais agilidade”, ressalta.


PUBLICIDADE

Recomendados