PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

PG começa 2021 sem a cobrança da 'Zona Azul'

Ponta Grossa

04 de janeiro de 2021 15:27

Afonso Verner


Relacionadas

Futsal PGZ vence Carambeí e garante bronze nos ‘JAPs’

Outubro na LBV em PG foi marcado por boas iniciativas

Morre jovem que estava internada com covid em PG

PG inicia mutirão para vacinar adolescentes
Resultado do Vestibular sai às 14 horas de hoje
Jovem denuncia irmão por tráfico e é agredido em PG
Homem é preso com cinco 'pinos' de cocaína em PG
No período de final de ano e sem cobrança do EstaR, trânsito da cidade ficou caótico Foto: Cristiano Barbosa/aRede
PUBLICIDADE

Com escândalo envolvendo corrupção do EstaR Digital, cidade segue sem cobrança da Zona Azul

Ponta Grossa começou 2021 sem a cobrança do Estacionamento Regulamentado (EstaR), também conhecido como Zona Azul. Após o escândalo envolvendo a empresa responsável pelo serviço, a Cidatec, o então presidente da Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT), Roberto Pelissari, e vereadores, o serviço segue suspenso na cidade por tempo indeterminado. 

Desde que o esquema de corrupção envolvendo a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada para investigar o EstaR Digital foi revelado, a Prefeitura suspendeu o contrato com a Cidatec e também a cobrança do serviço na cidade. Com a mudança de gestão na Prefeitura, na AMTT e também com as investigações ainda em andamento, não há prazo para retorno das cobranças. 

Uma das possibilidades é o retorno do uso dos bloquinhos / talões de papel, usados até o início das atividades do EstaR Digital, com a fiscalização feito por agentes da própria AMTT. Essa possibilidade foi refutada ainda durante a gestão de Marcelo Rangel, mas há a possibilidade de que os novos gestores mudem de opinião nas próximas semanas. 

Nota da Cidatec

Ainda no dia 29 de dezembro, a empresa Cidatec emitiu uma nota à imprensa sobre o caso. A companhia informou que permanece acreditando que tudo será esclarecido em breve. “Continuamos agindo com total transparência e à disposição das autoridades no que diz respeito ao caso. Temos nossa consciência tranquila, esta que sempre foi guiada pela vontade de servir à sociedade através da tecnologia, proporcionando praticidade e outros inúmeros benefícios em suas atividades habituais. Nosso objetivo foi, é, e sempre será levar a inovação ao acesso de todos”, diz o documento. 

“Defendemos uma investigação comprometida com a verdade e confiamos que a justiça será feita. Ressaltamos que estamos à disposição da população, das autoridades e da administração pública a fim de auxiliar no que for preciso”, afirma a companhia em nota.

Saiba mais: 

Preso, Valtão pode perder o mandato na Câmara de PG

Gaeco faz denúncia e inocenta Zampieri e Pelissari

Ministério Público denuncia vereadores e empresários


PUBLICIDADE

Recomendados