PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Vereador de PG nega assédio e rachadinha

Ponta Grossa

08 de janeiro de 2021 11:38

Da Redação


Relacionadas

PG adota passaporte de vacina em eventos

Stocco deixa CPI do Transporte após recusa de vereadores

'CPI do Transporte' se reúne e recusa quebra de sigilos da VCG

Plano de saúde São Camilo oferece diferenciais aos clientes
Prefeitura mantém adicional de insalubridade de 40% na Saúde
Planalto Select Hotel promove encontro de motos
AMTT inicia atividades da Semana Nacional do Trânsito
Parlamentar é acusado por ex-assessores de assédio sexual e 'rachadinha' Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Advogado de Felipe Passos diz que vereador é alvo de “mentiras” que querem prejudicar politicamente o membro do Legislativo

O advogado Fernando Madureira, que representa o vereador Felipe Passos (PSDB), afirmou ao portal aRede que são levianas as acusações de que o tucano tenha praticado assédio sexual contra um ex-assessor. O defensor também descarta que o vereador tenha pedido para que os membros de seu gabinete devolvessem parte de seus salários, a chamada ‘rachadinha’.

Madureira disse que pretende aguardar que seu cliente seja intimado pela autoridade policial para apresentar sua versão dos fatos. Somente neste momento serão apresentados os documentos que podem comprovar sua inocência das acusações.

O advogado adiantou que o vereador está tranquilo e que tudo o que foi divulgado “são mentiras articuladas por pessoas inescrupulosas com a nítida intenção de prejudicar politicamente o vereador”, além de argumentar que “causa estranheza que marmanjos tenham sido assediados pelo vereador e somente quando foram desligados das funções resolveram ‘denunciar’”.

PUBLICIDADE

Recomendados