PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Plaza Shopping Campos Gerais será inaugurado em 2023

Ponta Grossa

11 de janeiro de 2021 20:27

Fernando Rogala


Relacionadas

PG tem mais sete mortes e 215 novos casos da Covid

Prefeitura realiza manutenção na UPA Santa Paula

Ônibus de PG operarão com 'horário de domingo'

Prefeitura de PG tira dúvidas sobre serviços de delivery
Autoridades fiscalizam mais de 130 estabelecimentos em PG
PG suspende aulas presenciais na rede municipal
Em vídeo, Elizabeth pede apoio popular no combate à Covid
Terreno que receberá o investimento recebe preparações para receber fundação Foto: Arquivo JM
PUBLICIDADE

Construído no bairro Ronda, novo shopping terá mais de 10 lojas âncoras e 220 lojas satélites. Investimento será de aproximadamente R$ 300 milhões


Está prevista para 2023 a inauguração do Plaza Shopping Campos Gerais, o novo shopping que o Grupo Tacla constrói em Ponta Grossa. A informação foi confirmada pelo diretor do Grupo Tacla Shopping, Aníbal Tacla, em entrevista recente à Revista Shopping Centers. Algumas obras já foram iniciadas no terreno localizado na avenida Visconde de Taunay, na Ronda, porém a construção civil deverá ser acelerada neste ano, com as contratações de pessoas e o avanço das obras. O grupo já possui um shopping na cidade, o Palladium, inaugurado em 2003 na região central da cidade. No total, serão investidos cerca de R$ 300 milhões no município.

Segundo informou à publicação o diretor do grupo, Ponta Grossa e região apresentam grande potencial, e com isso há o espaço para mais um grande centro de compras na cidade, diante do desenvolvimento vislumbrado para o futuro. Tacla destacou, como diferenciais, os investimentos industriais e a força do agronegócio. “Ponta Grossa comporta mais um shopping, pois está crescendo demais, com indústrias e novos empreendimentos – o que está atraindo muita gente. Estudamos bastante para tomar essa decisão. Além disso, a cidade atende toda a região dos Campos Gerais, que está em constante crescimento, graças também à força do cooperativismo”, destacou.

O executivo também atualizou algumas definições quanto à estrutura do local, que se tornará o maior centro de compras dos Campos Gerais. “Esse projeto deve ter mais de dez lojas âncoras e 220 lojas satélites, contando ainda com mais de 1,5 mil vagas de estacionamento em uma área construída de 76 mil m² e 30 mil m² de ABL (Área Bruta Locável)”, detalhou Tacla. Cabe destacar que essa metragem se refere apenas à primeira fase de obras, e que há o espaço suficiente para uma ampliação e fazer a área total chegar a aproximadamente 120 mil m². A perspectiva é de que esse projeto irá gerar cerca de 2 mil vagas de emprego, entre os funcionários diretos do shopping, os terceirizados e os que irão trabalhar nas lojas que irão se instalar no local.


Cronograma de obras é mantido durante pandemia

Além do Shopping de Ponta Grossa, o Grupo também constrói outros dois shoppings, um em Umuarama e outro em Campo Largo. Enquanto o primeiro está previsto para ser inaugurado em abril próximo, o da cidade vizinha abrirá em 2022. Cronogramas os quais foram mantidos mesmo com a pandemia. “Por conta da construção civil ser um serviço essencial, optamos por manter o planejamento para cumprir os cronogramas. Obviamente, tivemos precauções a serem seguidas e mais cuidados, mas com o apoio de todos os colaboradores estamos cumprindo tudo com tranquilidade”, relatou Aníbal Tacla à publicação.

PUBLICIDADE

Recomendados