PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Balansin mostra insatisfação com a prefeita Elizabeth

Ponta Grossa

13 de janeiro de 2021 18:30

Afonso Verner


Relacionadas

Projeto quer impedir mercados de abrirem domingos e feriados

UEPG lamenta falecimento de Maria Rut Canteri

Dois desmoronamentos são registrados neste domingo

Câmara Municipal vota para PG adquirir vacinas
Seguro DPVAT: tire suas dúvidas
Com 24 mil casos, PG inicia semana sem leitos de UTI
Mercado da Família mantém atendimento na pandemia
Vereador fez críticas à prefeita no relacionamento que ela mantém com o próprio partido Foto: Arquivo JM
PUBLICIDADE

Vereador foi o mais votado do PSD, partido da prefeita, e disse que o grupo foi “abandonado” pela gestora após a eleição

Durante a sabatina realizada nesta quinta-feira (13), o vereador Paulo Balansin (PSD) demonstrou um claro descontentamento com a prefeita, Professora Elizabeth Schmidt (também do PSD). Ao ser questionado sobre a relação com o Poder Executivo, o parlamentar teceu duras críticas à composição do governo da professora, especialmente a nomeação de secretários(as).

“Nós apoiamos a professora desde o começo, estivemos com ela quando ninguém acreditava. Mas até agora ela não chamou o grupo do PSD para conversar, eu fui o mais votado do partido e desde que ela foi eleita ainda não falei com ela [Elizabeth]”, disparou Balansin. “Além disso, a professora convidou partidos com um ou dois vereadores eleitos para compor o secretariado, mas não convidou o PSD”, disse. 

As declarações de Paulo mostram um ‘racha’ na base governista. Isso porque o parlamentar, além de ser o mais votado do PSD, sempre foi um aliado de primeira hora do prefeito Marcelo Rangel (PSDB), antecessor de Elizabeth. “A prefeita parece que esqueceu do Poder Legislativo, acha que vai governar sozinha, mas não é assim que funcionar”, disse Balansin. 

PUBLICIDADE

Recomendados