PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Veja os detalhes do plano de vacinação em PG

Ponta Grossa

18 de janeiro de 2021 16:20

Afonso Verner


Relacionadas

Projeto quer impedir mercados de abrirem domingos e feriados

UEPG lamenta falecimento de Maria Rut Canteri

Dois desmoronamentos são registrados neste domingo

Câmara Municipal vota para PG adquirir vacinas
Seguro DPVAT: tire suas dúvidas
Com 24 mil casos, PG inicia semana sem leitos de UTI
Mercado da Família mantém atendimento na pandemia
Foto: Arquivo aRede
PUBLICIDADE

Documento traz detalhes do plano de vacinação de Ponta Grossa no combate à covid-19

A Fundação Municipal de Saúde (FSM) de Ponta Grossa divulgou o Plano Municipal para vacinação contra à covid-19. O documento traça as principais estratégias de vacinação da cidade. O documento (clique aqui para acessar) traça as principais diretrizes para a vacinação da população - a expectativa é que a imunização dos profissionais de saúde comece já na próxima quarta-feira (20). 

Considerando apenas o município de Ponta Grossa, são 2.805 profissionais da saúde que devem receber a vacina. Conforme o Plano de Ação para Vacinação contra a Covid-19, a expectativa é que Ponta Grossa receba 3 mil doses até o dia 20 de janeiro. “A estratégia de vacinação adotada pelo Município de Ponta Grossa, alinhada com a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná seguirá as normas do Programa Nacional de Imunizações (PNI), com prioridade para grupos pré-definidos”, destaca o documento.

O Plano não informa como serão aplicadas as vacinas a esses grupos, mas se forem seguidas as medidas adotadas por outras cidades paranaenses, os profissionais da saúde serão imunizados em seus locais de trabalho, enquanto os idosos devem ser vacinados nas próprias instituições.

Próximas fases

Ainda conforme o documento elaborado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), a segunda fase da campanha de vacinação envolverá idosos de 60 e 74 anos de idade, enquanto a terceira etapa vai englobar pacientes com doenças que são consideradas fatores de risco: diabetes, hipertensão grave, doenças pulmonares, doenças renais e cardiovasculares, pessoas que passaram por transplantes de órgãos, anêmicos, pacientes com câncer e obesos mórbidos.

Para as próximas etapas, o município vai usar espaços alternativos às salas de vacinação assim como aconteceu na campanha de vacinação contra a gripe no ano passado. Uma das medidas será o uso do sistema drive-trhu na Feira do Produtor. “O fluxo de veículos será organizado pela Autarquia Municipal de Trânsito enquanto equipes de vacinadores e pessoal de apoio atenderão o maior número possível de pessoas na coleta de dados (preenchimento da Ficha de Registro do Vacinado) e administração da Vacina”, destaca o Plano.

A FMS também informou a criação do Espaço Saúde no Parque Ambiental para que haja “vacinação às pessoas que cheguem ao local sem veículo, facilitando o acesso dos usuário do transporte público”. Há expectativa também de aplicação em cinco escolas municipais para contemplar a população que mora afastada do centro, facilitando principalmente o deslocamento dos idosos.

Também há previsão de vacinação em cinco unidades de saúde:

US Lubomir Urban – 31 de Março

US Jose Bueno – Jacarandá

US Carlos Ribeiro de Macedo – Parque do Café

US Egon Roskamp – Santa Paula

US Ambrósio Bricailo – Chapada

“Com o aumento do número de pessoas vacinadas, retorno de servidores afastados e contexto epidemiológico será possível disponibilizar o imunobiológico em todas as salas de vacinação da Fundação Municipal de Saúde”, destaca o documento emitido pelo governo municipal.

PUBLICIDADE

Recomendados