PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Homem é preso por atirar contra cachorro do vizinho

Ponta Grossa

19 de janeiro de 2021 11:29

Da Redação


Relacionadas

Ambev recebe licença para iniciar ampliação em PG

Vídeo mostra evolução da covid nas regionais de saúde do PR

Comércio de PG reforça necessidade da reabertura

Em PG, Patrulha faz 1ª prisão pelo botão ‘Maria da Penha’
Trio é flagrado com maconha e cocaína no Jardim Amália
Projeto de Lei proíbe uso de fogos de artifício em PG
Empresários pedem a reabertura do comércio
Pena para quem comete maus tratos contra animais foi aumentada no ano passado Foto: Arquivo/Divulgação
PUBLICIDADE

Animal ficou ferido e autor dos tiros de espingarda de pressão foi detido por maus tratos contra animais

Um homem de 37 anos foi detido na tarde desta segunda-feira (18) suspeito de praticar maus tratos contra os animais em Ponta Grossa. De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 14h30 na rua Teixeira de Freitas, no bairro Nova Rússia.

Segundo a PM, o autor estava armado com uma espingarda de pressão e deu dois tiros contra o cachorro de seu vizinho. Os tiros deixaram o animal ferido e o criminoso foi conduzido à delegacia da Polícia Civil para as devidas providências. A arma de pressão foi apreendida.

Lei mais rígida

Em setembro de 2020, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou o projeto de lei 1.095/2019, que endurece as penas para quem praticar o ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais.

A legislação abrange animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, incluindo, aí, cães e gatos, que acabam sendo os animais domésticos mais comuns e as principais vítimas desse tipo de crime. A nova lei cria um item específico para esses animais. Através desta, a reclusão pode ser de dois a cinco anos, além de multa e proibição de guarda para quem praticar.

Com informações da Banda B.

PUBLICIDADE

Recomendados