PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Unidades básicas da covid funcionam até as 19 horas em PG

Ponta Grossa

21 de janeiro de 2021 14:38

Da Redação


Relacionadas

Ponta Grossa registra mais de 290 novos casos de Covid-19

Guarda Municipal apreende 77 gramas de crack em Uvaranas

Igreja de PG questiona limite de capacidade para celebrações

Ratinho detalha medidas para ajudar a população
Acidente no centro deixa motociclista em estado grave
Idosos fazem fila no primeiro dia de mutirão em PG
PG tem mutirão de vacinação de idosos no fim de semana
Equipes passam a atender os pacientes com sintomas respiratórios das 8h às 19h, sem fechar no almoço Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Equipes passam a atender os pacientes com sintomas respiratórios das 8h às 19h, sem fechar no almoço

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) estabeleceu nova estratégia para auxiliar no atendimento de pacientes com sintomas respiratórios. A partir de hoje (21), os três locais que atendem exclusivamente os cidadãos que apresentam características de Covid, estenderam o horário. A Atenção Primária disponibilizará as Equipes de Saúde da Família (ESF) nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) das regiões da Nova Rússia, Oficinas e Uvaranas, das 8h às 19h, sem fechar no almoço.

“Nossa intenção é dar apoio para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Santa Paula, pois a estrutura absorve os pacientes com suspeita da doença. Estendendo o horário dos três pontos em regiões estratégicas, conseguimos diluir o fluxo de pessoas em um mesmo ambiente, não tendo muitas horas de espera e não saturamos o atendimento”, destaca o secretário da FMS, Dr. Rodrigo Manjabosco.

As UBS Luiz Conrado Mansani (Uvaranas), UBS Romulo Pazzinato (Nova Rússia) e UBS Cyro de Lima (Oficinas) contam com profissionais médicos, juntamente com equipe auxiliar, em cada local para atendimento o exclusivo.

A população também pode procurar a UBS mais próxima da sua casa para receber as primeiras orientações, não havendo necessidade de se deslocar até locais mais distante. Cada paciente passa por avaliação e se for necessário recebe encaminhamento para outros serviços.

 

Atendimento durante a pandemia

Desde o início da pandemia do coronavírus a FMS passou a realizar mudanças nos fluxos de atendimentos dos pacientes, envolvendo a Atenção Básica, Especializada e de Urgência e Emergência.  Todas as pessoas que necessitam de atendimento à saúde, por estarem com sintomas respiratórios, devem se dirigir a UPA e não ao Hospital Municipal Amadeu Puppi (HMAP), este ficou responsável pelo restante dos casos.

A UPA é uma das estruturas de referências para a comunidade e ficou responsável por atender os pacientes com sintomas respiratórios, seja coronavírus ou não. Este atendimento é exclusivo neste local, não mais no HMAP, portanto a população que tiver problemas respiratórios como gripe, tosse, dor de garganta, entre outros, deve procurar as UBS ou a UPA Santa Paula, não devendo mais procurar o Hospital Municipal.

“Continuamos com está conduta para a população não se misturar e consequentemente não se contaminar de forma cruzada, por exemplo, você chega no HMAP para ser atendido por um problema de cólica renal e se tiver outros pacientes lá com suspeita do novo coronavírus, você pode se contaminar, por isso estamos separando a população para este atendimento”, observa Manjabosco.

O HM atende casos como: cólica renal, biliar, problema fígado, dor de estômago, febre em decorrência de infecção urinaria, cirurgias de urgência e emergência, tanto ortopédicas quanto clinicas, por exemplo, apendicite, hérnia umbilical, fratura leve. “É importante a gente entender que desta maneira conseguiremos diminuir a exposição da população em relação ao vírus, e manter a segurança para quem está sendo atendido por outras situações de saúde no HM”, completa Manjabosco.

 

PUBLICIDADE

Recomendados