PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Cobra aparece em condomínio e apavora moradores de PG

Ponta Grossa

26 de janeiro de 2021 18:29

Andre Bida


Relacionadas

Idosos fazem fila no primeiro dia de mutirão em PG

PG tem mutirão de vacinação de idosos no fim de semana

Homem é levado à delegacia por festa e posse de arma

Perseguição acaba em prisão de suspeitos de assalto na Bocaina
Sessões da Câmara de PG retornam com restrições
Ratinho reabre comércio e autoriza aulas presenciais
Governo do PR define regras para reabrir o comércio
PUBLICIDADE

Jararacuçu é uma serpente venenosa e pode atingir grande distância na hora do bote. Bombeiros retiraram a cobra do local

Funcionários de uma empresa que realizava manutenção no Condomínio Brisa, região do bairro da Ronda encontraram uma cobra da espécie Jararacuçu na tarde desta terça-feira (26), na rua principal, próximo a área de preservação que fica nas margens do condomínio. Ao avistar a cobra, os populares acionaram o 2º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Ponta Grossa.

No vídeo (clique no play acima) é possível ver o momento exato que os bombeiros realizam a captura da cobra, mas existe a possibilidade de existir outras serpentes nas proximidades do Condomínio. Com o alerta, o Corpo de Bombeiros pede que pais e responsáveis fiquem atentos com as crianças que costumam brincar pelas áreas comuns do local, pois a jararacuçu consegue dar o bote a longas distâncias.

Segundo o síndico, o condomínio está adotando medidas para reforçar a limpeza da vegetação sem desconsiderar a necessidade de respeitar a legislação referente às áreas de preservação permanente.

A Jararacuçu é uma serpente venenosa que na língua tupi-guarani, "jarara" significa “o bote da cobra”, e "uçu” ou “ussu" grande, longo. Assim, jararacuçu lembra a longa distância que a cobra pode atingir ao dar o bote. A espécie é considerada muito perigosa, pois sua picada pode injetar uma grande quantidade de veneno. Possui uma dieta composta principalmente por pequenos mamíferos, aves e anfíbios.

PUBLICIDADE

Recomendados