PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

UPA Santana deve começar atender no início de março

Ponta Grossa

23 de fevereiro de 2021 18:47

Cintia Capri


Relacionadas

Procon orienta sobre bloqueio de ligações de telemarketing

Empresários do comércio querem venda por delivery

Cesta básica passa a custar R$663,67 em Ponta Grossa

Protesto pede abertura do comércio em PG
Caminhão com carga de iogurte tomba na região do Sabará
Elizabeth se manifesta sobre mobilização de empresários
Sanepar realiza obras de interligação no domingo
Falta concluir a readequação da rede de gás e terminar a rampa de acesso das ambulâncias. Foto: André Bida
PUBLICIDADE

As obras estão quase concluídas e a previsão é de que, inicialmente, a UPA Santana não tenha atendimento para casos de Covid-19  


A Unidade de Ponto Atendimento (UPA) que está sendo construída no prédio da antiga maternidade Santana, a rua Doutor Paula Xavier esquina com Carlos Osternack, está quase concluída. A previsão da prefeitura é de que as obras terminem no início de março para que a nova UPA possa receber o público já ainda na primeira quinzena.

“A inauguração provavelmente será na primeira quinzena de março, mas a gente depende de algumas verbas”, explica a prefeita Elizabeth Schimidt. Todos os recursos para a reforma do prédio são externos. Parte da verba é destinada pelo Ministério Público e parte é contribuição do Rotary Club Lagoa Dourada.  


O que falta para terminar

No mês de novembro o ex-prefeito, Marcelo Rangel, chegou a anunciar que a nova unidade seria inaugurada ainda em 2020. Mas até agora a população aguarda a entrega da obra. Segundo a assessoria de comunicação falta a conclusão da readequação da rede de gás e o término da construção da rampa de acesso das ambulâncias.


Novo Pronto Socorro

A população de Ponta Grossa, que está acostumada a chamar o hospital Municipal Amadeu Puppi de Pronto Socorro, desta vez vai ter mesmo que se acostumar com a mudança. A nova unidade, com capacidade para atender entre 400 e 500 pacientes por dia, vai receber o Pronto Atendimento que estava localizado no Hospital Municipal Amadeu Pupi.

Aproximadamente 140 profissionais, entre médicos e equipes de enfermagem, serão remanejados para a UPA Santana, informou a assessoria de comunicação. Esta mudança já faz parte da reestruturação do Hospital Municipal que segue como referência nos atendimentos de ortopedia na cidade.


Covid-19

A UPA Santana, diferentemente da UPA Santa Paula, não terá atendimento para casos de Covid-19. De acordo com a prefeita, neste primeiro momento a UPA só irá atender outros tipos de urgência e emergência. “É urgência e emergência, tudo aquilo que acontece num PA. É uma porta de entrada das necessidades mais rápidas e mais urgentes que a população necessita”, completa Elizabeth Schimidt.

Os atendimentos de pacientes com sintomas respiratórios suspeitos de covid-19 são feitos exclusivamente na UPA Santa Paula e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) das regiões da Nova Rússia, Oficinas e Uvaranas das 8h às 19h, sem fechar no almoço.

PUBLICIDADE

Recomendados