PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

VCG pede revisão da tarifa do transporte coletivo

Ponta Grossa

02 de março de 2021 19:40

Cintia Capri


Relacionadas

Câmara aprova exercícios físicos como essenciais em PG

Prefeitura de PG movimenta R$ 58 mi em compras públicas

Caic-UEPG lamenta falecimento de Jandira Soares

Campanha ‘Empresa amiga da vida’ tem início em PG
PG fecha primeiro trimestre com R$ 173,5 mi em receitas
Rapaz praticante de racha é localizado e levado à 13ª SDP
Procuradoria estuda novo modelo de transporte público
VCG encaminhou documentos para analise e AMTT tem prazo para responder Foto: arquivo
PUBLICIDADE

O pedido foi protocolado na prefeitura e a documentação já está em análise pela AMTT

A Viação Campos Gerais (VCG), empresa que administra o transporte público em Ponta Grossa, encaminhou à Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT), uma série de documentos para que sejam analisados e, em seguida, elaborada uma proposta de reajuste da tarifa de ônibus na cidade. O prazo inicial para análise é de 20 dias e pode ser prorrogado caso a documentação esteja incompleta.

Conforme informação da assessoria de comunicação da VCG, a documentação que serve de argumentação para o pedido de revisão de custos inclui todos os documentos relacionados a operação, como despesas com pessoal, com combustível (diesel), com insumos em geral (pneus e peças), com limpeza dos terminais, entre outras. A VCG informou que todos os custos são apresentados por meio de notas fiscais e relatórios da folha de pagamento, bem como incidência de impostos.

A AMTT também analisa dados relativos a quantidade de passageiros transportados nos últimos 12 meses e complementa com os passageiros dos meses anteriores quando há um período maior de 12 meses ao último reajuste tarifário.  Outro ponto levado em consideração é a quilometragem programada atual e a quilometragem executada nos últimos 12 meses, somado o número de meses anteriores se houver um período maior desde último reajuste. Por fim é avaliado o cumprimento dos índices de qualidade do período compreendido entre o último reajuste e o pedido atual.

De acordo com o Decreto nº 17.194, que regulamenta os procedimentos de cálculo tarifário, uma Comissão de Fiscalização e Avaliação do Transporte Público (CFATP) composta por um procurador municipal, um contador, um engenheiro e um servidor da AMTT, responsável pela Divisão de Transporte Urbano, analisam todas essas informações e elaboram uma planilha e um relatório que apresenta o cálculo tarifário.

Esse relatório é submetido ao Conselho Municipal de Transportes (CMT) que analisa e recomenda a aprovação ou questiona o valor.

Só após esse trâmite, que não tem data para encerrar, é que os passageiros do transporte público poderão saber quanto irão pagar pela passagem.

Mais de um ano sem reajuste

O valor da passagem de ônibus em Ponta Grossa hoje é de R$ 4,30. O último reajuste da tarifa foi em novembro de 2019. No ano passado a VCG chegou a enviar um pedido de revisão nos custos do sistema, porém não houve análise por parte da AMTT e do CMT.

Há um mês, um dos integrantes do CMT e presidente do Sintropas-PG, Luiz Carlos De Oliveira, disse ao portal aRede que informações preliminares sobre o reajuste apontavam para um valor superior a R$6,00. 

A VCG informou que já discutiu internamente um valor ideal para a nova tarifa, mas que só irá se manifestar após a decisão da AMTT e do CMT.

PUBLICIDADE

Recomendados